Via Láctea colidiu com Andrómeda há 10 mil milhões de anos?

Ilustração sobre o que veremos no nosso céu dentro de quase 4 mil milhões de anos

Ilustração sobre o que veremos no nosso céu dentro de quase 4 mil milhões de anos

Como sabem, a Galáxia de Andrómeda e a nossa Galáxia Via Láctea estão a aproximar-se e irão colidir dentro de quase 4 mil milhões de anos. Leiam aqui.

Mas notem que isto demora muiiiitoooo tempo. Milhares de milhões de anos numa dança galáctica, onde as “colisões” são gravitacionais e não físicas, e em que ambas as galáxias vão-se distorcendo e distendendo até finalmente colidirem fisicamente e tornarem-se numa só, maior, e elíptica.

Agora, cientistas dizem-nos que provavelmente Andrómeda já começou a dança com a Via Láctea há bastante tempo.
Há 10 mil milhões de anos, as duas galáxias teriam colidido gravitacionalmente, e seguiram o seu caminho, afastando-se entretanto mais de 3 milhões de anos-luz, mas sem nunca perderem a ligação gravitacional. Em vez da distorção, promoveram a criação de galáxias-anãs. Agora, a dança manda que se tornem a aproximar, para mais um passo de dança que será certamente belíssimo para qualquer extraterrestre que viva o tempo suficiente para não perder o espectáculo.

Crédito: Fabian Lueghausen / University of Bonn

Crédito: Fabian Lueghausen / University of Bonn

Para chegarem a este novo modelo da interacção galáctica entre nós e a nossa vizinha mais massiva, a equipa de cientistas baseou-se na teoria modificada da gravidade (Modified Newtonian Dynamics, MOND).

Leiam aqui, e artigo científico.

1 comentário

1 ping

  1. Pra mim a algo errado nestas contas.
    A idade estimada “atual” do universo é 14,8 Bilhões de anos.
    Se no ano 4,8 Bi DBB (Depois do BigBang) houvesse uma interação inicial, isto significa que haveria mais outros ciclos de aproximações, provavelmente em tempos menores, como 2Bi, depois 1Bi, e hoje estaríamos já numa galáxia única e não teria existido estas duas, ou nós seríamos só Andromeda.
    Ou melhor seríamos só a Via-Lactea, pois este é o nome de nossa galáxia-natal..
    Isto leva a outra conclusão de que pode ter havido esta iteração galáctica, mas ela teria já se consumado totalmente.

    Mas o “erro” pode muito bem estar em outro lado, na idade do universo, se fosse 20 Bilhões de anos mais velho, por exemplo, a iteração inicial não teria ocorrido aos 4,8 Bi e sim aos 24,8 e assim estaria bem coerente com o tempo pra estarmos ainda entrando no segundo ciclo de iteração.

    Por falar nisto, a forma como se conclui o inicio do universo é meio no chute.

    A forma ideal de se obter a data de inicio do universo seria através de cálculos, mas estes foram feitos e acabamos descartando este resultado, pois observamos que existiriam galáxias mais antigas doq a data obtida.
    Apartir daí fomos reajustando sempre de acordo com as observações.

    Mas não se tratou de corrigir as formulas para se obter uma nova data confiável..

    E a mais longincua se conseguiu observar graças a uma região vazia de estrelas por dentro de uma galáxia.
    Com mais precisão nos telescópios poderemos encontrar outras regiões assim, e acabar observando lugares ainda mais longincuos e lá vamos nós alterar a data de inicio do universo novamente.

    Tanto que outro dia houve uma observação curiosa, uma galáxia que se parecia moderna demais para um universo de poucas centenas de milhões de anos como teria sido observado.

    Claro a tecnica de ajustes por observação do erro leva a conclusões cada vez mais próximas da realidade a cada ciclo de ajuste. Mas acaba-se perdendo a lógica, se sabe, mas não se sabe como, a razão ..
    O ideal é que as observações sejam coerentes com os cálculos..

    Ao final de tudo da pra concluir que ainda estamos muito longe de ter uma idade inicial do universo confiável.
    Mas isto até que é normal afinal é uma informação muito difícil de se obter, mas apesar disto a ciência demonstra uma certeza nesta “data de nascimento do universo” oq não é coerente com o estágio atual de maturidade tecnológica quanto a obtenção desta informação.

    O ideal é que se assumisse que temos talvez 50% de chances de estarmos certos quanto a esta estimativa..

    É importante isto porque esta data inicial é utilizada em diversos outros cálculos, e podem levar vários deles ao erros..

  1. […] em forma de trança. Andrómeda (comprimentos de onda, visível). Milkomeda (aqui e aqui). Já colidiu. Grupo Local. 61 próximas. Evolução. Colisões. Fusão. Colisão de aglomerados de […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.