O nosso lar visto de Saturno

Terra_Lua_NAC_ISS_Cassini_190713A Terra e a Lua numa composição construída com imagens obtidas pela sonda Cassini a 19 de Julho de 2013.
Crédito: NASA/JPL/Space Science Institute/Sérgio Paulino.

Como já tínhamos referido aqui, na passada sexta-feira, a sonda Cassini fotografou a Terra a partir da órbita de Saturno. Para celebrar o evento, a NASA convidou a população do mundo inteiro a acenar à hora certa na direcção do planeta dos anéis, para assim ficar incluída de forma simbólica no retrato.

A composição de cima foi construída com imagens obtidas durante o evento e mostra o nosso planeta e o seu satélite natural vistos de uma distância de 1,44 mil milhões de quilómetros.

Contemplem a imagem por um momento. Aquele pequeno ponto brilhante perdido no negrume do espaço é a nossa casa… o único lar que a Humanidade alguma vez conheceu.

6 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Ah, grande Sérgio Paulino !

    E ainda há quem se digne ignorar os PORTUGUESES DE VALOR INDISCUTÍVEL…

    Um abraço, parabéns e obrigado.

    1. Obrigado João. 🙂

      Um abraço.

    • Telmo Almeida on 23/07/2013 at 00:14
    • Responder

    Estas imagens já são uma composição muito elaborada daquelas em raw que vi no site da Nasa ontem, nessas imagens pensei que a Terra seria o ponto mais pequeno e o Sol o maior.
    Fico com dificuldades em entender;
    1º – A fotografia tem de ser tirada com zoom, certo, porque de outra forma não seria possível ver a Lua?
    2º – Li algures (posso estar a fazer confusão) que as as fotos do dia 19 apanhariam a terra com a face não iluminada (ou pelo menos uma grande parte) virada para a câmara, logo deveria ter ou um brilho menos forte ou uma penumbra, por esta questão o pensar que estaríamos a ver o Sol e a Terra, as fotos do dia 20 já seriam tiradas com a face da terra iluminada e aí faria sentido vê-la brilhante devido ao reflexo da Luz Solar.
    Uma ajuda para um leigo entender, como é possível a face escura aparecer como um ponto tão brilhante e não apresentar por exemplo a tonalidade da Lua. Espero ter conseguido fazer-me entender 😐
    Não esquecer que estou a falar nas imagens iniciais e nessas a Lua até aparece ligeiramente a Sudoeste.

    1. Olá Telmo,

      Sim. Esta imagem resulta do processamento de três imagens obtidas através de filtros para o azul, o verde e o vermelho. Pode vê-las aqui:
      http://saturn.jpl.nasa.gov/photos/raw/rawimagedetails/index.cfm?imageID=294989
      http://saturn.jpl.nasa.gov/photos/raw/rawimagedetails/index.cfm?imageID=294990
      http://saturn.jpl.nasa.gov/photos/raw/rawimagedetails/index.cfm?imageID=294991

      As imagens foram captadas com a câmara de ângulo fechado, que tem uma distância focal de 2.000 mm. Durante o processamento, rodei as imagens de forma a colocar o pólo norte voltado para cima, removi todos os artefactos produzidos pelo impacto de partículas energéticas no detector CCD (ver http://www.astropt.org/2011/05/08/artefactos-nas-imagens-da-cassini/), e ampliei a composição final 2X. 😉

      Quanto ao ângulo de iluminação, a Terra exibia quase metade da sua face iluminada pelo Sol quando a Cassini apontou as suas câmaras no dia 19 (http://saturn.jpl.nasa.gov/photos/imagedetails/index.cfm?imageId=4833). Não houve qualquer sessão de observação no dia 20 (e se houvesse a geometria seria idêntica). A sonda MESSENGER, que está na órbita de Mercúrio, essa sim realizou duas sessões de observação nos dias 19 e 20. 🙂

      Independentemente da fase exibida na altura pela Terra, à distância a que a Cassini se encontra, o nosso planeta surge sempre como um ponto brilhante, demasiado pequeno para que se possa discernir qualquer outro pormenor. 😉

        • Telmo Almeida on 23/07/2013 at 14:47

        Obrigado Sérgio,
        Só uma última questão para conseguir completar o quadro na minha cabeça, se uma pessoa estivesse no lugar onde se encontra a Cassini, e olhasse para a Terra a olho nu, conseguiria ver o tal ponto. Tal como nós vimos Saturno no céu? E a Lua seria possível vê-la?
        Afinal são duas.
        Agradeço a paciência e a aula 😉

      1. Olá Telmo,

        “Se uma pessoa estivesse no lugar onde se encontra a Cassini, e olhasse para a Terra a olho nu, conseguiria ver o tal ponto?”

        Sim. Vista de Saturno, a Terra é um ponto brilhante muito próximo do Sol com uma magnitude máxima de cerca de 1,2. Saturno visto da Terra atinge uma magnitude máxima de 0,43, pelo que o nosso planeta seria um pouco menos brilhante.

        “E a Lua seria possível vê-la?”

        Não. A separação entre os dois objectos é demasiado pequena.

  1. […] Citação. Átomos estudando átomos. Universo de átomos. Humildade. Terra vista de:: Saturno (1, 2, 3), Mercúrio, Ambas, Marte. Diferentes sondas. Família Planetária. Semelhanças […]

  2. […] simultaneamente a sonda Cassini tirava uma fotografia à Terra a partir da órbita de Saturno. Neste post, já mostramos essa fotografia, tratada pelo Sérgio Paulino a partir das imagens originais […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.