Formas de Alcançar a Imortalidade

Neste link, estão algumas formas de alcançar a imortalidade:

parte 1

Avanços na Medicina – Engenharia Genética anti-envelhecimento:

1 – Implementar Diagnósticos de Envelhecimento.
2 – Avaliar a Eficácia de Medicamentos, com base no Envelhecimento e em Marcadores de Longevidade.
3 – Melhorar os Métodos para inserir material genético no corpo humano.
4 – Estudar os Genes associados à Longevidade.
5 – Aumentar a Longevidade de ratos velhos, utilizando genes associados à longevidade.
6 – Desenvolver “medicamentos evolutivos” – utilizando a seleção natural para aumentar a longevidade.
7 – Criar uma Base de Dados com as ligações entre as diferentes “ómicas” (genómica, proteómica, etc) do processo de envelhecimento.
8 – Desenvolver uma Teoria Unificada do Envelhecimento, com um modelo matemático.
9 – Criar animais transgénicos que não envelhecem.
10 – Avaliar combinações terapêuticas diferentes para a longevidade de ratos.
11 – Criar medicamentos contra o envelhecimento.

parte 2

Avanços na Medicina – Medicina Regenerativa:

1 – Reatores Biológicos que mantém a viabilidade dos órgãos fora do corpo.
2 – Transplantar órgãos entre clones.
3 – Utilizar Porcos como Reatores Biológicos para produzir órgãos humanos.
4 – Produzir um Fígado através de mecanismos de embriogénese.
5 – Utilizar Células Estaminais e potenciadores de crescimento para a regeneração de órgãos.
6 – Estimular a Neurogénese para restaurar funções do sistema nervoso central.
7 – Desenvolver a Hematopoiese fora do corpo.
8 – Manter a cabeça de um animal fora do corpo por mais de um ano.
9 – Transplantar a cabeça humana.
10 – Replicar o processo de nascimento num laboratório.

parte 3

Criogenia:

1 – Melhorar a tecnologia que permite congelar órgãos para transplantes.
2 – Melhorar as técnicas e cocktails utilizados para restaurar órgãos congelados.
3 – Compreender melhor os crioprotectores que permitem reduzir os danos da congelação.
4 – Restaurar a atividade das amostras de tecido cerebral.
5 – Melhorar as tecnologias 3-D de visualizar (scan) o cérebro.
6 – Preservar as memórias e reflexos comportamentais de nematódeos.
7 – Melhorar os crioprotectores de modo a poderem ser utilizados para restaurar os organismos em criogenia.
8 – Compreender muito melhor o que é a consciência.
9 – Identificar a ligação entre os processos bioquímicos e eletroquímicos e o processo mental de uma pessoa.
10 – Restaurar memórias, utilizando dados biológicos da atividade cerebral.
11 – Gravar as memórias restauradas na rede neuronal.
12 – Restaurar mamíferos criogenados.
13 – Melhorar os métodos para extrair informação de um cérebro congelado.
14 – Tratos danos cerebrais com nano-robôs.
15 – Restaurar as personalidades das pessoas criogenadas.

parte 4

Nano-Medicina:

1 – Nano-máquinas para levarem medicamentos a certas partes do corpo e para destruírem tumores.
2 – Diagnósticos feitos com base em nano-sensores.
3 – Micro-robôs feitos para curar tromboses vasos sanguíneos dilatados.
4 – Nano-robôs biológicos: células programadas para fazerem tarefas específicas dentro do corpo.
5 – Nano-robôs que fazem a função de certas células.
6 – Mecanismos biológicos de nanotecnologia que permitem reparar uma célula e controlar o seu genoma.
7 – Nano-robôs capazes de auto-replicação e de sintetizar estruturas orgânicas.
8 – Substituir a maioria das células no corpo humano por nanotecnologia.
9 – Nanotecnologia que se liga aos neurónios e transmite informação para um computador externo.
10 – Substituir os neurónios por nano-robôs.
11 – Transferência gradual das funções cerebrais para um computador.
12 – Constantemente fazer cópias de segurança da personalidade do indivíduo para a rede informática internacional.

parte 5

Inteligência Artificial (IA):

1 – Utilizar IA para realizar diagnósticos médicos com base em milhares de parâmetros.
2 – IA realiza diagnósticos e sugere tratamentos, e faz isto melhor que os Humanos.
3 – Combinar dispositivos de IA e redes sociais de modo a vigiar constantemente a saúde das pessoas.
4 – IA capazes de compreender textos escritos em linguagem humana.
5 – Utilizar IA para realizar descobertas: IA cria novas ideias, realiza experiências e escreve artigos científicos para publicação.
6 – IA cria sistemas de IA mais complexos.
7 – Criar um mapa do cérebro humano com a ajuda de IA.
8 – Colocar a consciência humana num computador com a ajuda de IA.

parte 6

Imortalidade Digital:

1 – Criar um computador baseado no cérebro dos nematódeos.
2 – Estudar a atividade dos neurónios individualmente.
3 – Visualizar (scan) o cérebro dos insectos.
4 – Criar um modelo do sistema nervoso dos caracóis.
5 – Criar um modelo informático do cérebro dos insectos.
6 – Desenvolver um mapa completo das ligações no cérebro humano.
7 – Criar um razoável modelo do cérebro humano.
8 – Criar um excelente modelo do cérebro de um rato.
9 – Retirar imagens e memórias do cérebro de um mamífero.
10 – Compreender os mecanismos da memória e extrair memórias específicas do cérebro humano.
11 – Criar um sistema de ligação cérebro-computador.
12 – Substituir partes do cérebro com danos, por implantes neuronais.
13 – Criar um modelo do cérebro de uma pessoa, capaz de consciência de si próprio e reflexão.
14 – Transferir a personalidade de um humano para um computador.

parte 7

Cyborgs:

1 – Desenvolver órgãos artificiais semelhantes aos naturais.
2 – Utilizar um sistema externo após os órgãos internos falharem.
3 – Desenvolver órgãos artificiais autónomos e duráveis.
4 – Utilizar robôs-cirurgiões para o transplante de órgãos de forma mais rápida e eficaz.
5 – Transplantar uma cabeça humana para um corpo biomecânico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.