Asteroide pode ser um grupo de pedras ou uma nuvem de poeira

140619144622-large

David Trilling e Michael Mommert, investigadores da Northern Arizona University, apresentaram o resultado das suas investigações sobre o asteroide 2011 MD, que tem cerca de 6 metros de diâmetro.

O resultado é surpreendente: 65% do asteroide está… vazio. Ou seja, não é asteroide.
O mesmo aconteceu na análise ao asteroide 2009 BD.

As observações sugerem que este asteroide (juntamente com o 2009 BD e porventura outros pequenos asteroides), não é na verdade um asteroide, mas poderá ser pequenas pedras que viajam juntas em órbita do Sol ou então uma nuvem de poeira a rodear uma rocha no centro.

Infelizmente, pelo menos nos próximos 7 anos não vai ser possível estudar este asteroide já que ele vai estar “escondido” atrás do Sol (na perspetiva de quem vê a partir da Terra).

Leiam em inglês, aqui, aqui e aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.