Out 18

Encontro com um cometa

encontro_Marte_cometaSidingSpring_artRepresentação artística do encontro do cometa Siding Spring com o planeta Marte, a 19 de outubro de 2014.
Crédito: NASA.

Será já amanhã que o cometa C/2013 A1 (Siding Spring) passará a uma curta distância do planeta Marte. O núcleo do cometa tem cerca de 700 metros de diâmetro e deverá alcançar uma distância mínima de 137 mil quilómetros da superfície marciana, pelas 19:29 (hora de Lisboa). Marte passará através da parte mais densa da cabeleira cerca de 100 minutos depois, pelo que a frota de sondas da NASA, ESA e ISRO estará na altura abrigada no lado oposto do planeta para evitar possíveis colisões com partículas do cometa. Ainda assim, estão planeadas sessões especiais de observação do evento para as cinco sondas na órbita de Marte e para os dois robots na superfície do planeta.

O encontro poderá ser acompanhado em direto via livestream, desde o Centro de Operações Espaciais da ESA, em Darmstadt, na Alemanha, a partir das 18:50 (hora de Lisboa). Vejam em baixo:

Atualização: Devido a problemas técnicos, a transmissão em direto do Centro de Operações Espaciais da ESA foi substituída por um Google hangout. Vejam em baixo:

4 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • pedro Lucas on 19/10/2014 at 00:40
    • Responder

    Vai se chocar com marte?
    Qual a distância máxima entre o cometa e Marte ?

    1. Pedro Lucas, leu o texto?

      Diz lá: “e deverá alcançar uma distância mínima de 137 mil quilómetros da superfície marciana”

      Se é dito que vai passar a mais de 137 mil quilómetros de Marte… acha que vai chocar?

    • Daniel Moreira Candinho on 20/10/2014 at 15:25
    • Responder

    estava liberado para o público no Observatório ou era só para estudos científicos?

    1. Daniel,

      Não percebi a sua pergunta. Está a referir-se a que observatório?

  1. […] Cerca de 2 horas depois, o planeta atravessa a cauda de poeiras do cometa e nessa altura, os rovers Curiosity e Opportunity, na superfície de Marte, poderão ver algumas estrelas cadentes na atmosfera marciana. […]

  2. […] informamos nos nossos artigos (aqui e aqui), as sondas em órbita de Marte “esconderam-se” temporariamente para que o […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.