Encontro próximo com M44 – APOD

2004BL86_approaching_m44demarchi1024

Créditos da imagem e Copyright: Carlo Dellarole, Andrea Demarchi.

Na segunda-feira, 26 de janeiro, o asteroide bem monitorado 2004 BL86 fez sua maior aproximação, a apenas 1,2 milhões de quilómetros do nosso planeta. Isso é cerca de 3,1 vezes a distância Terra-Lua ou 4 segundos-luz de distância.

Movendo-se rapidamente através do céu noturno da Terra, ele deixou este rastro numa longa exposição de 40 minutos em 27 de janeiro, feita a partir de Piemonte, Itália. O campo de visão extraordinariamente belo inclui M44, também conhecido como o aglomerado de estrelas da Colmeia ou Presépio, na constelação de Câncer.

É claro, o seu encontro próximo com M44 é apenas aparente, com o aglomerado quase na mesma linha de visão que o asteroide próximo da Terra. A distância real entre o aglomerado de estrelas e o asteroide é de cerca de 600 anos-luz.

Ainda assim, a passagem “próxima” ao planeta Terra permitiu imagens de radar detalhadas pela antena Deep Space Network da NASA, em Goldstone, Califórnia, e revelou que o asteroide tem a sua própria lua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.