Um retrato do Sistema Solar – APOD

ssportrait_vg1

Créditos da imagem: Projecto Voyager, NASA.

Há 25 anos, cruzando a quatro mil milhões de milhas do Sol, a sonda Voyager 1 olhou para trás uma última vez para fazer este primeiro retrato de família do Sistema Solar. O retrato completo é um mosaico de 60 quadros feitos a partir de um ponto de vista a 32 graus acima do plano da eclíptica.

Nele, os quadros da câmera de grande ângulo da Voyager varrem desde o Sistema Solar interior, à esquerda, até o gigante gasoso Netuno, planeta mais externo do Sistema Solar, na extremidade direita. As posições de Vénus, Terra, Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno estão indicadas por letras, enquanto o Sol é o ponto brilhante perto do centro do círculo de fotos. Os quadros anexos para cada um dos planetas são da câmera de campo estreito da Voyager.

Invisíveis no retrato estão Mercúrio, muito perto do Sol para ser detetado, e Marte, infelizmente escondido pela luz do Sol espalhada no sistema óptico da câmera. Mais perto do Sol do que Netuno no momento, a posição do pequeno e fraco Plutão não foi coberta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.