Japão anuncia planos para enviar uma missão a uma das luas de Marte

Deimos_HiRISE_MRO_210209A lua Deimos numa imagem obtida pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter, a 21 de fevereiro de 2009.
Crédito: NASA/JPL/University of Arizona.

A JAXA anunciou na passada terça-feira a sua intenção de enviar uma sonda a uma das luas de Marte, com o objetivo de recolher amostras da sua superfície e enviá-las para a Terra. Se for bem sucedida, esta será a primeira missão a poisar na superfície de uma das duas pequenas luas marcianas.

A proposta foi aprovada numa reunião da Comissão das Atividades Espaciais, no Japão, e é um voto de confiança na experiência e capacidade tecnológica demonstradas pela JAXA na missão Hayabusa – uma missão lançada em 2003, que concretizou com sucesso a recolha e envio de amostras da superfície do asteroide Itokawa para a Terra. O projeto deverá custar no total cerca de 214 milhões de euros (aproximadamente 752 milhões de reais) – uma quantia que terá de ser ainda aprovada pelo governo japonês.

O lançamento da missão deverá ocorrer em 2022 e terá como alvo Fobos ou Deimos, dois pequenos objetos cuja origem se encontra ainda envolta em mistério. As suas características físicas sugerem que são antigos membros da Cintura de Asteroides capturados por Marte logo após a sua formação; no entanto, as suas órbitas encontram-se no plano equatorial do planeta vermelho e são demasiado circulares, pelo que o cenário da captura exigiria uma combinação de mecanismos complexos que possibilitassem o ajuste gradual da inclinação e excentricidade das órbitas iniciais. Caso se concretize, a missão japonesa poderá fornecer evidências que ajudem a esclarecer em definitivo esta questão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.