Rosetta captura explosão no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko antes do periélio

http://apod.nasa.gov/apod/image/1508/ESA_Rosetta_OSIRIS_NAC_20150812_T1735.png

Cometa 67P atinge o periélio e mostra sua atividade. Créditos: ESA / Rosetta / MPS for OSIRIS Team; MPS/UPD/LAM/IAA/SSO/INTA/UPM/DASP/IDA

Esta dramática erupção do núcleo do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko ocorreu em 12 de agosto de 2015, apenas algumas horas antes do cometa atingir o periélio, ou seja, sua máxima aproximação do Sol.

Esta vigorosa imagem deste núcleo cometário de dois lobos, 4 quilômetros de largura, foi capturada pela Rosetta a cerca de 325 quilômetros de distância, mostrando o objeto refletindo a plena luz do Sol e suas sombras negras.

Este cometa periódico completa sua órbita em torno do Sol a cada 6,45 anos (terrestres). A distância do periélio em relação ao Sol é cerca de 1,3 UA (unidade astronômica), o que ainda é fora da órbita terrestre (1 UA).

A Rosetta está próxima demais para observar a cauda crescente do cometa (ver imagem abaixo de Damian Peach). A meta é manter a sua posição ao lado para ver o núcleo aquecendo e se tornando mais ativo nas próximas semanas, uma vez que os gelos primordiais sublimam a partir da superfície cometária e produz jatos de gás e poeira.

http://sen.com/images/damian-peach#2092

Damian Peach capturou a cauda do cometa 67P em 12 de agosto de 2015.

Ao mesmo tempo que a Rosetta observa o periélio do 67P, a poeira do núcleo do cometa periódico Swift-Tuttle (cujo periélio ocorreu há vários anos em 1992 a uma distância do Sol de 0,96 UA) caiu na Terra nesta semana.

Fontes

APOD: Perihelion Approaches – CréditosESA / Rosetta / MPS para o time OSIRISMPS / UPD / LAM / IAA / SSO / INTA / UPM / DASP / IDA

ESA: APPROACHING PERIHELION

._._.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.