Bosão e Campo de Higgs

Um vídeo do Portal da Ciência sobre o Bosão de Higgs, onde também se explica a Massa, a Teoria Quântica de Campos, o Campo de Higgs e o Grande Colisor de Hádrons/Hadrões:

O meu único “senão” é a utilização da palavra “acreditamos” aos 3:28.
A crença não faz parte da ciência: ou existem evidências ou não existem; podemos confiar mais num modelo ou noutro; poderá existir uma maior ou menor probabilidade de ocorrência de um fenómeno.

De resto, todo o vídeo parece-me excelente, com alta qualidade de informação.

Não só a parte da informação, mas também a parte da comunicação está excelente: a própria cadência/ritmo de transmissão de informações é perfeita. Contra mim falo: eu muitas vezes cometo o erro de falar depressa demais, e dou-me conta desse erro mesmo durante as palestras. Já o ritmo que o Diogo impõe nas palavras é excelente: percebemos perfeitamente o que é dito e ainda temos tempo para pensar no que é dito, sem se tornar uma comunicação enfadonha/lenta.

6 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Vergílio Bueno Junior on 15/02/2016 at 12:09
    • Responder

    Oi Carlos o vídeo e bem informativo esclareceu minha dúvida sobre o bosom ,ou quase todas o bosom e partícula ou não sempre li como partícula, e o campo de higgs tem qual relação com a gravidade?

  1. O problema é que entre a tacada da bola no jogo de bilhar e, ela entrar efetivamente na caçapa, existe a questão do “acreditamos” ; sim; que a bola entrará na caçapa. É ciência sim daquilo que é mais provável.
    Abraço.

    • Manel Rosa Martins on 16/02/2016 at 22:19
    • Responder

    Olá Diogo, excelente vídeo.

    Fez muito bem em distinguir o Bosão de Higgs: que é 1 entre 8 partículas do mecanismo Englert-Higgs (o nome completo é mecanismo de Englert-Brout-Higgs-Guralnik-Hagen-Kibble) – vencedor do Nobel da Física de 2013.
    A leitura desta literatura é um bom aprofundamento.

    Usou a palavra Resistência para explicar a Inércia, talvez seja melhor dizer Inércia para não confundir com a propriedade eléctrica da resistência, sugiro para afinar ainda mais a sua excelente pontaria. 🙂

    Um abraço de Parabéns

    • Manel Rosa Martins on 16/02/2016 at 22:28
    • Responder

    Caro Diogo, lembrei-me que tem um livro que penso irá gostar muito:

    A Partícula no Fim do Universo
    -Como a caça ao Bosão de Higgs nos levou ao limiar dum mundo novo.

    Autor: Sean Carroll

    O livro tem uma tradução muito cuidada na Edição da Gradiva em Portugal e ganhou o prémio de Melhor Livro de Ciência de 2013, pela Royal Society.

  2. Concordo com o Regis , previsões são válidas e importantes pois indicam caminhos para a ciência pesquisar .Mesmo porque se não me engano , só é completamente comprovada a existência do bóson e não a do campo ( Talvez fosse o campo gravitacional , recentemente detectado) ou como ele criaria a matéria com a sua relação com este campo pois se considerarmos que no início tudo faria parte da mesma expansão inicial e tanto os bóson quanto o campo expandiriam com a mesma velocidade não devendo ter aceleração de um em relação ao outro , não poderia se formar matéria , Está aí outra previsão que provavelmente não é válida , mas indica um caminho para se pensar em outras previsões que podem e com certeza indicariam um caminho a se pesquisar pela ciência que não existiria sem previsões ou idéias a serem pesquisadas primeiramente!

  3. observação : no último comentário quis dizer: ( Talvez fosse ondas gravitacionais em um campo gravitacional, recentemente detectado)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.