Matéria Negra feita de Buracos Negros?

Um novo estudo sugere que a matéria negra poderá ser feita de buracos negros formados no primeiro segundo de existência do Universo.

Se isto se provar como correto, então todas as galáxias, incluindo a nossa, estão dentro de uma enorme esfera de buracos negros, cada um deles com 30 vezes mais massa que o nosso Sol.

Study-suggests-black-hole-size-is-linked-with-dark-matter-in-galaxy

Apesar de constituir a grande maioria da matéria do Universo, a matéria negra ainda é uma substância misteriosa.

A hipótese mais provável é a matéria negra ser feita de partículas exóticas.

No entanto, uma hipótese alternativa é que a matéria negra é feita de buracos negros primordiais.
Agora, Alexander Kashlinsky, astrofísico no NASA Goddard, afirma que esta hipótese está de acordo com o nosso conhecimento sobre a radiação, infravermelha e de raios-X, cósmica de fundo e poderá explicar a enorme massa que resulta da combinação de buracos negros.

Fonte: NASA

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Edison Shimamura on 26/05/2016 at 22:22
    • Responder

    eu tenho uma teoria particular, meio maluca. Não sou cientista. mas e se a matéria escura fosse formado por partículas que viajam mais rápido que a velocidade da luz. estão no mesmo espaço, porém em outro tempo, devido a velocidade. sempre estarão no futuro ao nosso. por isso não conseguimos detectar. apenas de forma indireta devido a perturbação que provocam no espaço-tempo.

    1. Isso é ficção científica… 😉

    1. Excelente!

  1. Eu também estou muito cético quanto a esta proposta…

    Para mim, faz pouco sentido… até porque sendo buracos negros deveriam ter grande influência na luz, por exemplo. Deveria ser possível fazer essas experiências…

  2. Acho estranha a sugestão nesta altura do campeonato (mas eles é que são os especialista ;-)). A possibilidade de que a matéria negra poderia ser formada por objectos compactos maciços como buracos negros e outros (genericamente chamados de MACHOs) foi testada com vários projectos, e.g., micro-lensing, e há restrições fortes que implicam que os halos de matéria negra em torno das galáxias não podem ser formados por MACHOs com massas até algumas dezenas de massas solares. Não sei como os autores compatibilizam o modelo deles com esta evidência experimental…

    1. Ia comentar sobre isso, Luís.
      É uma resposta tentadora, quase messiânica. Mas há uma questão bem simples: se há um gigantesco halo de BNs em torno de TODAS as galáxias, pequenas colisões seriam frequentes. Muito frequentes.
      A não ser que haja um mecanismo para fusões silenciosas de pequenos BNs, o encontro de dois ou mais deles emitiria radiação e ondas gravitacionais, tornando-os claramente detectáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.