Google+

«

»

Dez 01

O que são Plutinos?

Um vídeo diferente, para tentar responder a uma pergunta que é feita com frequência: o que são os Plutinos?

Acerca do autor(a)

Sérgio Sancevero

Formado em Geofísica pela Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Engenharia do Petróleo pela Universidade de Campinas (UNICAMP), e Doutor em Geociências também pela Universidade de Campinas (UNICAMP).
Divulgador de Astronomia no SpaceToday.

7 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Reinaldo da Silva

    Professor,
    Sabemos que Plutão está em ressonância com Netuno, mas só que é ao contrário ao vídeo, é Netuno 2 por 3 Plutão, Plutão também está nessa categoria quer dizer os Plutinos?

    1. Carlos Oliveira

      Reinaldo,

      O planeta mais próximo do Sol dá mais voltas do que o planeta mais longe do Sol.
      Netuno dá sempre mais voltas que Plutão 😉

      Plutão é um Plutino 😉

      Veja aqui uma lista deles:
      https://en.wikipedia.org/wiki/Plutino#Brightest_objects

      abraços!

      1. Reinaldo da Silva

        Muito obrigado pela explicação professor!

        #ForçaChape

  2. Reinaldo da Silva

    A partir do 3:40 o professor do vídeo fala sobre os plutinos e disse que para cada duas voltas que os plutinos dão Netuno da tres, então o professor do vídeo cometeu um equivoco?

    1. Carlos Oliveira

      Leia o meu comentário acima:

      “O planeta mais próximo do Sol dá mais voltas do que o planeta mais longe do Sol.
      Netuno dá sempre mais voltas que Plutão.
      Plutão é um Plutino.”

      Por aqui se depreende que Netuno dá mais voltas que plutinos… 😉

  3. Susan Souza

    O cara deu o maior vacilo disse que pra cada duas órbitas que o plutoide da Netuno dá três voltas… Isso a minha avó sabe que não procede, é exatamente o contrário, NETUNO dá duas voltas, enquanto os platino dão três voltas ao redor do sol.

    O rapaz do vídeo cometeu um erro primário, acredito que foi uma falta de atenção.

    1. Carlos Oliveira

      Como já está explicado em cima, a Susan não tem razão.

      Sugiro a leitura da 2ª lei de Kepler, quando se compara corpos a diferentes distâncias da estrela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>