Extensas regiões HII na Galáxia do Triângulo

A galáxia do Triângulo (HD). Aquisição: Jim Misti (RGB); processamento: Ruben Barbosa.

A galáxia do Triângulo (Messier 33, NGC 598) é uma espiral localizada a cerca de 3 milhões de anos-luz na direção da constelação do Triângulo e possui entre 40 a 60 mil anos-luz de diâmetro.

Com uma magnitude aparente de 5,7, pode ser vista a olho nu num céu noturno sob excelentes condições de visibilidade, fazendo desta galáxia o objeto de céu profundo mais distante que pode ser visto sem o auxílio de instrumentos óticos.

É razoavelmente observado em binóculos mas o ideal é utilizar um telescópio com boa ampliação.

Dado que os braços espirais podem ser resolvidos com equipamento não muito dispendioso, a galáxia do Triângulo tem sido um alvo bastante apreciado pelos astrofotógrafos.

Na imagem podemos contemplar os seus braços exibindo grandes regiões HII (hidrogénio ionizado), bem como nuvens estelares azuis compostas essencialmente por estrelas jovens, onde se destacam alguns objetos:

  • NGC595, uma enorme região HII responsável pela formação de novas estrelas e
  • IC142, que contém a supergigante B324, a mais brilhante da galáxia (não considerando estrelas variáveis).

A galáxia do Triângulo (HD). Aquisição: Jim Misti (RGB) and Theodore Arampatzoglou (H-alpha); processamento: Ruben Barbosa.

* Plataforma “O Universo em Fotografia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.