R.I.P. Hawking

Crédito: REX/Shutterstock

Stephen Hawking morreu há algumas horas atrás.

A pessoa que desafiou os prognósticos que davam como certa a sua morte aos 23 anos…
O ateu que sempre assumiu a ideia de uma vida para além da morte como sendo um conto de fadas para medricas com medo da escuridão…

O físico que revolucionou o estudo dos buracos negros…
O astrofísico que incrementou imenso o nosso conhecimento do Universo…
O cientista que escreveu um best-seller, o livro de ciência mais vendido de sempre: Uma Breve História do Tempo…

O jovem que aos 21 anos soube que tinha esclerose lateral amiotrófica…
O ser vivo que queria viver para sempre, com o seu cérebro a ser transferido para um computador…
O humano que acreditava que a única forma da Humanidade continuar a se desenvolver é conquistando o espaço…

O professor que ocupou a cadeira de Isaac Newton, ao ser Lucasian Professor of Mathematics em Cambridge…
O cosmólogo que continuava a ter um excelente sentido de humor, incluindo na série The Big Bang Theory…
O pensador que espera que a fórmula da entropia dos buracos negros (fórmula de Hawking) seja gravada na sua lápide…

O homem que nasceu em Oxford a 8 de Janeiro de 1942, ou seja, no mesmo dia e 300 anos após a morte de Galileu…
… faleceu esta noite, aos 76 anos, no dia 14 de Março de 2018, ou seja, no mesmo 14 de Março que é o dia de nascimento de Albert Einstein.

Rest In Physics

3 comentários

  1. Realmente perdemos um dos grandes físicos teóricos do nosso tempo!
    Que outros possam trazer-nos a evolução por que ansiamos!
    Cumprimentos
    Mário Neves

    • Enio Jorge Malema on 14/03/2018 at 13:25
    • Responder

    Descanse em paz grande senhor, pese embora não fazia parte de sua crença eu acredito onde quer quer que estejas seu legado continuara eternamente

  2. Simplesmente, perdemos o maior cientista da atualidade.

    Mais do que admirável é o vosso trabalho e por gerações ecoarão suas descobertas e contributos para melhor compreensão do Universo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.