Hayabusa 2 deposita com sucesso dois pequenos robots na superfície do asteroide Ryugu


A superfície do asteroide Ryugu vista pelo robot MINERVA-II1 Rover-1B, a 21 de setembro de 2018. Crédito: JAXA.

A JAXA fez história na passada sexta-feira ao colocar dois pequenos robots na superfície do asteroide 162173 Ryugu. Os dois objetos, designados colectivamente MINERVA-II1, foram lançados pela sonda japonesa Hayabusa 2, a uma altitude de cerca de 60 metros.

Ambos poisaram com sucesso nos locais previamente escolhidos, e estão neste momento a transmitir imagens e outros dados a partir da superfície rochosa de Ryugu.

A sombra da sonda Hayabusa 2 na superfície do asteroide Ryugu. Imagem obtida pela sonda japonesa durante o lançamento dos robots MINERVA-II1. Crédito: JAXA.

Apesar de serem relativamente pequenos, os dois robots têm a capacidade de saltitar pela superfície do asteroide, usando o binário gerado por massas em rotação no seu interior. Cada salto dura aproximadamente 15 minutos e permite um avanço de cerca de 15 metros em qualquer direção.

Os dois robots são os primeiros de 4 engenhos que a JAXA planeia colocar na superfície de Ryugu. No próximo dia 3 de outubro, a Hayabusa 2 deverá lançar um terceiro robot, denominado MASCOT.

A superfície de Ryugu vista pelo robot MINERVA-II1 Rover-1A, a 21 de setembro de 2018. A imagem foi obtida durante um dos ressaltos do pequeno robot na superfície do asteroide. Crédito: JAXA.

O MASCOT é uma pequena sonda equipada com um espetrómetro de infravermelhos, um magnetómetro, um radiómetro e uma câmara de alta resolução e irá investigar em detalhe a estrutura, composição mineralógica, e propriedades térmicas e magnéticas do asteroide.

Depois do MASCOT, seguir-se-á o lançamento do robot MINERVA-II2, já durante o próximo ano. Este objeto terá como missão detetar partículas de poeira junto à superfície do asteroide.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.