Prospect

Um pai e a filha teenager viajam para uma remota lua (chamada Lua Verde) para extrair as suas riquezas minerais, nomeadamente pepitas de Aurelac.
Estas pedras preciosas formam-se no interior de raízes (na verdade são rizomas subterrâneos), que existem na densa floresta que existe na lua alienígena.

A atmosfera da lua é tóxica, por isso os Humanos precisam utilizar fatos espaciais para lá andarem.

O pai põe a sua ganância acima da sua segurança (e da sua filha), o que os leva a ficar presos na lua, sem nave para voltar (a sua nave ficou danificada na descida).

Eles encontram outros dois exploradores-mineiros.
O pai mata um deles. E é assassinado simultaneamente por ele.

Assim, restam a filha adolescente e o outro explorador-mineiro.
Se ficarem na lua, vão morrer, já que não têm botijas de oxigénio que durem vários anos (até outra missão chegar à lua).

A sua única esperança é chegarem à última nave a sair da lua nos próximos tempos: uma nave com mercenários.

Eles chegam lá, matam os mercenários, entram na nave, e salvam-se.

Crédito: Dust

Prospect é um filme um pouco parado, com alguns momentos de tensão.

Não entendi como a lua tem 3 colonos religiosos que vivem em tendas na floresta.
Não se sabe porque é dito que são religiosos, nem se vislumbra qualquer religião.
Não se entende como as tendas protegem da atmosfera tóxica. Outros exploradores também vivem em tendas. Como é que as tendas, sobretudo as “portas” das tendas, são herméticas, não deixando entrar o ar tóxico do exterior?

Do mesmo modo, não existe qualquer proteção na porta da nave. Eles abrem e fecham a porta da nave, e a atmosfera tóxica exterior nunca entra lá para dentro.
Mais uma vez, não faz qualquer sentido.

Eles utilizam um “sumo” que cura e limpa tudo, quer por dentro quer por fora das pessoas. Faz pouco sentido.

Também não entendi o prisioneiro, coberto de poeira cor-de-rosa. Parece que já se adaptou às condições da lua e evoluiu. Mas não é assim que funciona a evolução.

A única parte positiva do filme, para mim, foi terem escolhido uma lua habitável que orbita um planeta gigante de gás (chamado Bakhroma).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.