Estremoz

Estremoz tem vários projectos para divulgar a ciência, e em particular a astronomia.

Em Setembro de 2007 inauguraram um sistema solar à escala. Tal representação está distribuída em todo o concelho de Estremoz através de torres metálicas criadas para o efeito.
Leiam aqui, aqui, e aqui.

Outro projecto que passa por mostrar as grandes descobertas científicas, através de teatros e danças de rua.
Este projecto foi para as ruas de Estremoz a 29 e 30 de Setembro.

Este projecto “Ciência na Cidade – Estremoz“, contou ainda com mais dois projectos em 2008: Feira da Ciência e Estrada da Ciência.

O projecto Estrada da Ciência é baseado segundo me parece no Calendário Cósmico que Carl Sagan imortalizou na sua série Cosmos.
Para saber tudo sobre as excelentes actividades científicas levadas a cabo em Estremoz, visitem estes sites: aqui, aqui, e aqui.

Podem ver aqui o Calendário Cósmico em que a história do Universo é comprimida em somente 1 ano. Por aqui se vê a insignificância da humanidade no oceano temporal.
cosmic-calendar.jpg
Podem também visitar este site de modo a saberem como podem fazer o Calendário Cósmico na vossa escola.
Por último aproveitem para ver ou rever a explicação do Calendário Cósmico pelo próprio Sagan:

estremoz.jpg
O Centro Ciência Viva de Estremoz decidiu receber o terceiro Congresso “Cientistas em Acção” em Abril de 2008.
Este encontro teve a participação de 100 alunos e 18 professores.
O objectivo é atrair jovens para a ciência.

A 21 de Junho de 2008, e para comemorar o Solstício, em Estremoz recriou-se a experiência de Eratóstenes que determinou a circunferência da Terra durante o Solstício de Verão.
As medições foram feitas entre as 10h e as 15h. Os cálculos subsequentes foram feitos entre as 15h e as 17h.
A iniciativa terminou com uma volta em bicicleta ao Sistema Solar à escala do concelho de Estremoz – o início do passeio foi às 18h.
Podem ler mais sobre isto, aqui e aqui.

A iniciativa Ciência na Rua realizou-se nos dias 5 e 6 de Julho de 2008.
“Dia 5 e 6 de Julho a Ciência e as Artes aliam-se durante duas noites para recriar algumas das grandes descobertas científicas que fazem parte do nosso imaginário. Do EUREKA de Arquimedes, ao PÊNDULO de Foucault e à PASSAROLA do padre Bartholomeu de Gusmão tentando vencer a atracção da gravidade que nos prendia à Terra, muitas são as situações em que a imagem da descoberta científica se sobrepõe à própria experiência.
O Centro Ciência Viva de Estremoz em colaboração com a Universidade de Évora e a Câmara Municipal de Estremoz, propõem o reviver de alguns destes acontecimentos ao mesmo tempo que se dá ao participante a oportunidade de, pela experimentação, perceber o significado dessas descobertas científicas.
Ciência na Rua é um projecto de divulgação científica que, cruzando a Ciência com a Arte, dá vida a alguns dos momentos mais significativos da longa evolução científica e tecnológica que tem marcado o percurso do Homem na Terra.
Durante 2 noites, o centro histórico da cidade fecha-se ao trânsito para se abrir à Ciência. Em 7 locais a dança, o teatro, o circo ou a música, juntam-se para festejar a Ciência. Mais de 150 artistas em simultâneo, a que se juntam 30 cientistas e dezenas de experiências permitem ao participante uma clara percepção de alguns dos momentos cruciais sobre os quais se alicerça a nossa Sociedade.”
ciencia na rua
(cliquem sobre a imagem para lerem os detalhes)
Ou, ainda com mais detalhe, na Press Release:
No fim-de-semana de 5 e 6 de Julho,
Estremoz em festa põe de novo ‘Ciência na Rua’
• Mostra de sete grandes momentos científicos
• Integrado no programa Ciência na Cidade, “Ciência na Rua” quer fomentar o turismo cultural de cariz científico
• Entre as 18 e as 24 horas de Sábado e de Domingo o centro da cidade estará fechado ao trânsito e aberto à Ciência e à Arte
As ruas da cidade de Estremoz, desde o centro até ao castelo, vão ser encerradas ao trânsito, para se transformarem num palco gigante que irá acolher Galileu, Arquimedes, Foucault, entre outros génios. A segunda edição da iniciativa “Ciência na Rua” (a primeira ocorreu em Setembro de 2007) terá lugar no fim-de-semana de 5 e 6 de Julho e vai trazer para céu aberto algumas das mais importantes descobertas científicas, sob a forma de várias representações artísticas, que incluirão mais de 170 performers e 30 cientistas num clima de festa.
Após a abertura, as festividades iniciam-se com a recriação da Passarola do Padre Bartolomeu de Gusmão. Seguem-se representações livres das restantes descobertas: o pêndulo de Foucault, o Eureka de Arquimedes, o arrefecimento de esferas de Buffon, a descoberta da estrutura do ADN e a queda de corpos de diferentes densidades. Em cada quadro, palhaços, actores ou dançarinos irão evocar estes grandes acontecimentos.
A acompanhar cada descoberta, estará um carro de apoio, onde será possível fazer algumas experiências relacionadas com o evento respectivo como por exemplo, o lançamento de balões de ar quente, a extracção do ADN ou atirar objectos no vácuo. No meio de toda a agitação, os visitantes também terão tempo para visitar o espaço, onde haverá vendedores de produtos artesanais e ervas aromáticas, bem como malabaristas, cuspidores de fogo, homens-estátua e pessoas em andas.
À entrada, dois gigantescos carros com mais de quatro metros de altura, conterão informação sobre todas as actividades, bem como um mapa do percurso.
Integrado no programa Ciência na Cidade, “Ciência na Rua” vem dar um contributo ímpar para o desenvolvimento turístico da região, apelando, especialmente, para um turismo cultural de cariz científico. O Projecto Ciência na Cidade, apoiado pela “Ciência Viva”, visa integrar a ciência na programação cultural das cidades, tendo como aderentes, as cidades de Évora, Estremoz, Tavira e Guimarães. Ciência na Cidade está em articulação com outras cidades europeias através do projecto ESCITY (Europe, Science & the City), que tem como objectivo a criação de uma estratégia comum de promoção de cultura científica nas cidades europeias. Em Estremoz, este projecto é apoiado pelo Centro Ciência Viva de Estremoz, Universidade de Évora e Câmara Municipal de Estremoz.
Para mais informações contactar, por favor:
Centro Ciência Viva de Estremoz
telefone: 268 334 285
e-mail: ccvestremoz@uevora.pt

1 ping

  1. […] – Actividades: Lisboa, Porto, Coimbra, Laúndos, Estremoz, Paços de Ferreira. Moimenta. Verão. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.