Deus e os Extraterrestres

A ligação da Religião aos ETs não é de agora.

Não só existem muitas semelhanças entre os anjos e deuses da antiguidade com os extraterrestres de hoje (com histórias semelhantes de contactos com humanos), como na ficção científica se vê várias civilizações avançadas extraterrestres com os mesmos poderes que se atribui a Deus (ou até o filme E.T., que é basicamente a história de Cristo), acabando nas várias seitas de extraterrestres e OVNIs que são simples cultos religiosos disfarçados (como os tristemente famosos das Portas do Céu, que se mataram todos para irem terem com os seus “criadores extraterrestres”).

Aliás, internacionalmente existe até a quase sociedade dos Astronautas Antigos, que defende a Ancient Astronaut Theory.
Famosos nesta área são o Erich von Däniken, Zecharia Sitchin, Robert Temple, Charles Fort, Richard Hoagland, etc.
E o movimento ou religião mais conhecida que defende esta ideia, são os Raelianos.
Mesmo que outros, como os da Cientologia, também defendam várias ideias onde substituem os “deuses” por “extraterrestres” nas suas crenças religiosas.
E o que defendem os crentes na Ancient Astronaut Theory? Basicamente que os extraterrestres são responsáveis por tudo. Não só pelas Pirâmides do Egipto, Face em Marte, Roswell, Estátuas da Ilha da Páscoa, Linhas de Nazca, e muitas pinturas e artefactos de civilizações antigas (como dos Maias), mas também defendem que tudo na Bíblia pode ser interpretado à luz dos extraterrestres. Por exemplo, Jesus era um extraterrestre, os anjos são uma raça de extraterrestres, Sodoma e Gomorra foram explosões nucleares enviadas por OVNIs de extraterrestres, a visão de Ezekiel foi de uma nave extraterrestre, e o Paraíso onde estavam Adão e Eva era um simples laboratório genético controlado por extraterrestres onde estes faziam experiências com os humanos.

fátima
Mesmo em Portugal, apesar de a um nível mais local, também existe uma ideia de que algumas aparições religiosas poderiam ter o “dedo” (tentáculo? nariz?) extraterrestre.
Nomeadamente, o que me vem imediatamente à cabeça são as aparições de Fátima, com o milagre do Sol.
Penso que a pessoa que se destaca mais nesta área é o Joaquim Fernandes (da série Encontros Imediatos, do livro, e do Simpósio).
Fátima
Podem ver estes livros dele sobre esta temática de Fátima ligada aos ETs, à psicologia humana, e à necessidade de crença em algo superior a nós: aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, e aqui. Também a entrevista, e notícia nas paróquias.

Basicamente troca-se um ser parecido connosco, criador do nosso Universo, e muito interessado nos nossos afazeres, por uma série de ETs também parecidos connosco (antropocêntricos), porventura criadores do nosso universo, e também muito interessados em nós.
Ou seja, a religião é a mesma. Muda-se somente o factor que não tem interesse: a nomenclatura (Deus passa a ser chamado de ET).
niquel
O pior da ligação Deus-ETs são os fundamentalistas/extremistas religiosos que negam o conhecimento científico, incluindo os saberes da astronomia.
Aqui e sobretudo aqui, podem ler cerca de 30 argumentos astronómicos dos criacionistas e os contra-argumentos.
igreja
Já a Igreja Católica é muito mais tolerante e inteligente do que os fundamentalistas.
O ano passado o reverendo Gabriel Funes fez sensação ao dizer que a Bíblia aceitava a possibilidade da existência de vida extraterrestre.
Podem ler a entrevista dele, aqui, aqui, aqui, e aqui.
Segundo Gabriel Funes:
“Just like there is an abundance of creatures on Earth, there could also be other beings, even intelligent ones, that were created by God. That doesn’t contradict our faith, because we cannot put boundaries to God’s creative freedom. As saint Francis would say, when we consider the earthly creatures to be our “brothers and sisters”, why couldn’t we also talk about a “extraterrestrial brother”? He would still be part of creation.”
(ou seja, a existência de extraterrestres inteligentes não contradiz a fé católica. Muito pelo contrário. Afirmar que não existem ETs é limitar o poder e força criativa de Deus)
E em Novembro deste ano, o Vaticano fez uma Conferência sobre Vida Extraterrestre, com padres, astrofísicos, biólogos, astrobiólogos, etc.

Agora, também um dos reverendos do Vaticano, Guy Consolmagno, foi ao Colbert Report, explicar que a fé católica não nega a existência de extraterrestres. Nesta entrevista muito interessante, ele põe a hipótese de que Cristo pode também ter morrido noutros mundos extraterrestres.

The Colbert Report Mon – Thurs 11:30pm / 10:30c
Gold, Frankincense and Mars – Guy Consolmagno
www.colbertnation.com
Colbert Report Full Episodes Political Humor U.S. Speedskating

O mesmo Guy Consolmagno escreveu o livro “The Heavens Proclaim“, que além de explicar vários conceitos astronómicos, também explica o trabalho do Observatório Astronómico do Vaticano.
Aliens e Vaticano

Já há vários séculos que a Igreja Católica vai acomodando a ideia da existência de extraterrestres. Não é de agora, daí que não se pode ficar surpreso com estas recentes declarações.
Aliás, no ano passado escrevi, foi aceite, e foi publicado em Abril deste ano no LabLit, um artigo da minha co-autoria, onde basicamente dou uma visão geral ao longo da história da aceitação da ideia de extraterrestres por parte da Igreja Católica. Leiam aqui.

17 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Não é muito correcto dizer simplesmente que a diferença é “Deus passar a ser chamado de ET”. Autores como Charroux, Jean Sendy, Claude Rael, Moatti, Roger Vigneron, etc há muito que referem o desconhecimento actual, pelo menos por parte do grande público, acerca do facto da palavra “deus” (latim) não existir nos textos originais, mas sim “elohim”, que em hebraico é um plural. A igreja desculpa-se que é um “plural de majestade”, que curiosamente não existe em hebraico. Lendo os textos vemos claramente que as aparições de elohim (deus) são sempre vários seres (anjos) o que traduzido à letra significa “mensageiros” de deus, ou seja, mensageiros de elohim. Até estudiosos da religião como o português Moisés Espírito Santo concordam que o termo elohim refere-se a um conjunto de seres celestes, vindos do céu, a quem os antigos judeus reconheciam como sendo os criadores da vida na terra. Ou seja os antigos judeus não eram politeístas (não havia deuses para isto e para aquilo), mas divinizavam um conjunto de seres reunidos num só nome: elohim.

    1. Ou seja, Deus passa a ser chamado de ET.
      A crença religiosa é a mesma. É só uma diferença de nomenclatura.

  2. Não se combate o que não existe! Se Deus não existe, porque atacá-Lo?
    Só mais uma pergunta: O que está para além da Barreira de Plank?
    Até 10 elevado a -43 do primeiro segundo, observamos. Daí até ao 0 absoluto, conjecturamos. E, para o “campo inexprimível, inenarrável”, para o “não tempo”, apenas intuímos. Será?

    1. D. Quixote combatia aquilo que não existia 😉

      Quanto ao tempo de Planck, não se sabe o que está para lá disso.

      abraços

  3. É um tópico muito interessante.

    • ANDERSON BRANDÃO on 17/09/2012 at 16:01
    • Responder

    BOM DIA;MEU NOME É ANDERSON ,E PESQUISO MUITO SOBRE ESTE ASSUNTO.DO PONTO DE VISTA BÍBLICO,O PRÓPRIO LIVRO SAGRADO DOS CRISTÃOS NÃO DEIXA DUVIDAS SOBRE A EXISTENCIA DOS SERES EXTRATERRESTRES.
    GENESIS CAP 01E 02 RELATA A CONVERSA DE DEUS COM MAIS ALGUEM SOBRE A CRIAÇAO DO HOMEM ADÃO.NO CAPITULO 06 RELATA SOBRE O INTERESSE DOS SERES DE FORA DA TERRA NAS FILHAS DOS HOMENS.
    NO LIVRO DE JÓ FALA DE UM SER ESPACIAL QUE ANDAVA PELA TERRA E OBSERVAVA O COMPORTAMENTO HUMANO:JÓ 01E02 NARRA ESTE FATO.
    NA BIBLIA , A PALAVRA ANJO QUER DIZER ENVIADO OU MENSAGEIRO CELESTIAL.SE FOR ASSIM ,DE ONDE VIERAM E PRA QUE?
    SÓ PRA DAR UMA IDEIA DA PROFUNDIDADE DO ASSUNTO,O PROPRIO NASCIMENTO DE JESUS É UM FATO ESPETACULAR:FOI A PRIMEIRA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL CONHECIDA DA HISTORIA .
    JESUS NA SUA ANGUSTIA ANTES DA MORTE SACRIFICIAL FOI CONSOLADO POR ANJOS OU EXTRATERRESTRES NO JARDIM DE GETSEMANI.
    TERIAMOS MUITOS EXEMPLOS E CITAÇOES DE PASSAGENS BIBLICAS SOBRE O ASSUNTO,MAS ESTE PAPO É LONGO.
    NÃO SEI SE POSSO DEIXAR MEU CONTATO,MAS SE PUDER AÍ VAI:
    a.brandao@netsite.com.br.

    1. Anderson

      Há de se questionar todo o texto bíblico porque foi escrito por mentes do tempo do Neolítico que não sabiam que a Terra era redonda nem quais eram as reais causas dos eclipses. As mentes daquela época não tinham conhecimento de como as coisas funcionavam, não sabiam de DNA, de nada. Para você ver o tamanho da ignorância, na Idade Média, séculos depois que a Biblia tinha sido elaborada pelas mentes de alguns, algumas pessoas achavam que os metais nasciam no subsolo, como qualquer ser vivo, porque viam os metais “morrerem” (pela oxidação), então eles pensavam na “lógica” que se os metais morriam, eles também “nasciam”. Os metais nascem? Você hoje sabe que não. Mentes mais atrasadas que essas escreveram a Biblia.

      Ou seja, você está dando poder de conhecimento a quem não tinha, eram todos ignorantes. 90% da Bíblia deve ser considerada arcaica ou irreal frente ao que sabemos hoje, ela é só um livro histórico que mostra como as mentes daquela época pensavam a vida e a moral.

      A Biblia diz que os homens podiam sequestrar meninas virgens e casar com elas, a Biblia disse que crianças desobedientes deveriam ser apedrejadas, a Biblia diz que o homem poderia casar com uma mulher, com as escravas, com as que ele raptasse, e se o irmão morresse ele tinha direito às esposas do irmão, que coisa, não? Então a Biblia era o espelho da vida que levavam, do que as mentes daquela época achavam que era verdade, do que achavam o que era moralmente certo agir. A Biblia não tem a verdade, mas foi vendida e imposta como verdade por milhares de anos, ou como a “palavra de Deus”, uma irrealidade.

      A Biblia não foi ditada por nenhum deus, foi imposta, nenhum deus desceu dos céus para falar as “verdades” ali citadas. Se um Deus tivesse descido dos céus para falar da verdade das coisas que sabemos hoje, naquela época, teria dito que o universo aconteceu de um Big Bang há 13 bilhões de anos, que a Terra tinha 4 bilhões, que a Terra era redonda e “singrava” pelo espaço no vácuo, que as pessoas têm DNA, que é a base da vida, que explica porque algumas são loiras, outras morenas, que o homem veio da evolução. Como ele não desceu e as pessoas não tinham conhecimento, inventaram a singeleza do Criacionismo, de que o homem veio do sopro num barro, isso saiu da cabeça delas. Se Deus tivesse descido dos céus e dissesse toda a verdade, alguém naquela época entenderia? Achariam que aquele deus estaria louco, por um simples motivo, porque as pessoas não tinham o conhecimento que se tem hoje para entenderem essas coisas. O nível de consciência das pessoas aumenta por escalas, na linha do tempo. Como o nivel de conhecimento era quase nada no tempo que a Biblia foi escrita, como você ou alguém pode dar valor de verdade sabendo exponencialmente muito mais da vida que eles? Isso é sem sentido algum.

      O que você diz sobre a inseminação de Jesus é uma crença “avançada” sobre uma outra crença que gerou o mito. Lembremos, crença é crença, é achismo, não é verdade até que se prove.

      Jesus foi um mortal filho de pai humano, se houvesse um exame de DNA naquela época se comprovaria. Torço para que encontrem hoje os restos mortais dele, junto com a família, para que os legistas comprovem oficialmente a simples verdade e descubram realmente que o pai dele é real, mas mesmo sem essa comprovação, sem sombra de dúvidas, pode-se dizer que ele teve um pai humano.

      Acontece que o mito precisou ser inventado para que as ideias dele pegassem.Assim como inventaram o mito da mãe dele sendo pura porque na cabeça daqueles tempos se acreditava que a mulher era impura, por ser ela a causadora do pecado original. O pecado na verdade nunca existiu, foi inventado da cabeça dos homens, escrevi isso aqui….

      http://www.astropt.org/2012/09/16/sera-que-jesus-morreu-pelos-klingons/comment-page-1/#comment-59665

      mas então por séculos havia essa ideia do “pecado original” como verdade, logo, na mente daquelas pessoas um filho de um deus não poderia nascer da mulher, mas Jesus não poderia ter aparecido do nada, uma mulher foi necessária como mãe, óbvio, e a estória não estava fechando, então o que fez o Papa Pio IX? Simplesmente inventou do nada que a concepção de Maria teve uma “ajudinha” de Deus para ela nascer pura. Entendeu como as coisas funcionam? Se havia uma crença que falava de impureza, que era uma irrealidade, mas viam como verdade, então foi necessário alguém do poder da Igreja criar outra “gambiarra” para justificar às mentes daquela época que a Maria teria sido gerada “pura”, inclusive inventaram uma data nas celebrações da Igreja para homenagear a pureza da Maria, tudo para “fechar” a estória. Porque se não fecha o mito de Jesus como Filho de Deus não pegaria. É de rir. Pura bobabem, mas precisam disso, as mentes são assim, precisaram inventar uma crença depois da outra para se adequadrem às crenças que foram inventadas antes.

      Voltando a Jesus, era um mero humano que foi gerado por humanos, mas para pegar a ideia de que era Filho de Deus e não tinha como esconder que veio de uma mulher, obviamente seria mais fácil inventar dele ter nascido sem a colaboração de um pai humano, não havia exame de DNA na época, então a ignorância e a falta de conhecimento ajudou alguns a criarem a irrealidade de que a Maria teria sido “semeada” por vias não naturais.

      Na consciência de hoje as pessoas sabem que essa estória não está bem contada, mas os tempos de hoje que aceitam a ideia da existência de vida extraterrestre, alguns pegam essa crença, que Jesus não teve pai humano, para “inventar” outra possibilidade, “quase” mais real, porque sabendo-se que um deus não pode “semear”, aliás, Deus que nunca desceu de nenhum lugar, a singeleza de pensamento de alguns dos dias de hoje é… “ela foi ‘semeada’ por um extraterrestre). Essa singeleza. cai como uma luva, explica de uma forma mais “racional” com uma nova crença, que um ser mais especial poderia nascer de um DNA alterado. Tudo lógico, mas bizarro e simplório, no fim das contas, gerando-se mais crenças para suportar crenças anteriores.

      Mas sinto dizer, obviamente muito “fora da casinha” também, absolutamente irreal, primeiro porque influenciada por uma crença inventada, que Maria era virgem, foi dito isso pelos novos sacerdotes da nova Igreja para convencimento do novo rebanho que queriam ter, para justificar que Jesus era mesmo o Filho de Deus, mas tudo ladainha, era para justificar o mito,que inclusive é contado nos mitos gregos, muitos deuses sendo gerados por Zeus sem a menor participação do sexo feminino. Mitos mexem com o inconsciente das pessoas, que dão valor a eles.

      Enfim, tudo foram crenças sendo inventadas para se encaixarem dentro das crenças que já existiam, para validar a estória. Como todos eram ignorantes, não tinham conhecimento, não se tinha exame de DNA, não se tinha imprensa e internet para que essas noticias pudessem ser checadas nas fontes originais, o mito é muito fácil de ser criado, o mito da virgem e pura foi criado para validar o mito de um Filho de Deus, mito esse que foi criado nas geraçoes anteriores, que apareceu do nada por alguém que havia “pecado original” e que em algum momento no futuro viria um salvador direto dos céus. E todos felizes vivendo de crenças e irrealidades, para não dizer de uma forma mais contundente… mentiras.

      A realidade é muito mais simples, não se precisa de ETs para explicar a concepção de Jesus, basta a realidade, a realidade é que Jesus teve um pai biológico como todo mundo.

      Você e tantos outros cairam no conto da crença inventada que se perpetua por séculos e séculos, e você “modernizou-a”, colocando os ETs na jogada.

      O fato de Jesus ser um mero humano tiraria a importância do que ele disse sobre as nossas vidas? Não, ele como humano deve ser mais reverenciado pelo que fez e se automartirizou para ajudar a mudar a sociedade eliminando aqueles dogmas bizarros (pecado, impureza, etc, que faziam a justificativa de os homens maltrataram as mulheres naquela época) do que sendo um Filho de Deus que saberia que logo em seguida ressuscitaria. Qual tem mais o valor? Para mim tem o Jesus humano, mas para a quase totalidade dos crentes o mito dele ser Filho de Deus é o que mais vale, quando deveria ser o contrário. Mas é assim que funcionam nossas mentes, prefere-se acreditar em ETs “salvadores”, em “Filhos de Deuses”, etc.. do que reverenciarem a verdade, que é simples.

      Quer estudar a Biblia de forma correta? Apenas leia para entender como aquelas mentes ignorantes pensavam a vida e a condição moral naquela época, essa é a leitura correta, tente perceber o absurdo das crenças, tente perceber a pouca consciência e o quase nada de conhecimento que as pessoas tinham na época. Perceba como as crenças vão sendo inventadas para se adequarem às crenças dos dogmas anteriores.

      Tudo é uma grande “viagem”. Você está influenciado por dogmas, mitos e tenta fazer lógicas “modernas” colocando agora extraterrestres na estória. Sinto lhe dizer, mas você está apenas criando mais uma crença para justificar uma outra crença, do passado. Tudo irreal.

        • Jardson on 30/01/2013 at 04:55

        Jonas, Você esta insinuando que Deus não existe, observe a frase de uma pessoa realmente inteligente http://pt.wikipedia.org/wiki/Isaac_Newton “A maravilhosa disposição e harmonia do universo só pode ter tido origem segundo o plano de um Ser que tudo sabe e tudo pode. Isto fica sendo a minha última e mais elevada descoberta.”
        pra mim ignorância é não acreditar no criador.

    • GALÃ MULHERENGO on 30/09/2010 at 08:11
    • Responder

    FIGURAS ESTRANHAS ESSAS KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK +++ ASSIM NUNCA VI DEUS NEM ETS +++ PODE EXISTE SIM ^^

  4. Caro Daniel,

    Fui obrigado a editar o seu comentário porque, na realidade, não fazia qualquer sentido.

    Fala de 3000 coisas, põe-nas todas no mesmo saco, mistura tudo, não tem um pensamento coerente ou plausível, não tem um argumento lógico que seja, e concretamente não fez qualquer sentido o seu comentário.

    Dizia que a pobreza e o terramoto no Haity são culpa do Vaticano, que as discordâncias no Iraque são culpa de Deus, que um violador ir a tribunal e ser considerasdo inocente é culpa de Deus, etc e tal.

    Até mete pelo meio, sem qualquer razão aparente, que a sua mãe é Jeová e que não come arroz de cabidela.

    E seguidamente, sem lógica sequencial, mete a crença no fim do mundo em 2012, e culpa Deus por isso.

    Ou seja, é um comentário completamente estapafúrdico, sem qualquer sentido ou seguimento lógico.

    Daí que o editei.

    Ficou só o essencial, que diz respeito ao post, e que já tinha dito no comentário anterior.

    Ou seja, o Daniel troca uma crença em Deus por uma crença em ETs com exactamente as mesmas características da crença em Deus.

    Todas as criticas que fez a Deus, poderia fazê-las a esses ETs colonizadores na Terra que o Daniel acredita sem provas.

    • daniel barbedo on 14/01/2010 at 01:05
    • Responder

    (comentário editado)

    Quanto a ETs sao eles os nossos colonizadores. Eles andam entre nos e nao têm de certeza o aspecto verde e aquelas caras horrorosas a que os media nos tem habituado.

  5. Mais um comentário estranho.

    Alguns pontos:

    – a história de Adão e Eva não passa de uma metáfora, como os sacerdotes lhe poderão dizer, caso fale com eles, em vez de inventar conspirações.

    – a ideia de Deus não é pertença da religião católica. A maior parte do mundo acredita numa espécie de ser a que convencionamos chamar Deus, no entanto a maior parte do mundo não é católico.

    – quais ETs é que são horríveis? Parecerem-se com animais é horrível? Os animais terrestres são assim tão horríveis para si?

    – anda paranóico com conspirações, que, para si, os outros de certeza que sabem, mas ao Daniel sonegam-lhe a verdade. Tal como todas as paranóias das conspirações, inventam-se segredos que afinal não são segredos porque já se assume que eles existem.

    – o Daniel substitui uma crença em Deus por uma crença em ETs com exactamente as mesmas características da anterior.

    – diz que gostaria de falar com mais alguém sobre o assunto, e poderia começar pelas sugestões dadas no próprio post.

    • daniel barbedo on 13/01/2010 at 03:31
    • Responder

    peço desculpa por ser chato mas tmb ouvi dizer que deus nos criou a sua imagem. jesus que era filho d´ele e que era igual a um humano, subiu aos ceus, como? algo nao bate certo. sera que estamos preparados para saber da verdade? fomos colonizados? nao quero provocar nenhum catolico porque afinal todos temos que nos acreditar em alguma coisa eu proprio casei pela igreja e vou a fatima e sinto uma paz enorme quando la estou… mas nao me acredito num bocado de pó fez um homem e da costela a mulher… e os filhos se eram irmaos como se reproduziram foi com os macacos. penso que igreja catolica ao fazer isto estar a preparar o inevitavel que é desmentir algumas coisas e contar finalmente quem e como e quando… de certeza que a historia ainda é pra retrogadas, ja nao vivemos no sec 17. continuaçao de boa noite.

      • Iris Restolho on 11/02/2019 at 23:54
      • Responder

      Mas qué embirração com a Igreja católica quando esta é das poucas que aceita a possibilidade de existência de seres alienígenas, foram dos primeiros a aceitar o evolucionismo e que o que é dito na Bíblia são metáforas para aquilo que no tempo que foi escrito não era compreendido.

      Livra que eu que sou católica mas que acredito na possibilidade da teoria dos antigos astronautas, começo a ficar farta da história de colonização que queres impingir.

    • daniel barbedo on 13/01/2010 at 03:03
    • Responder

    deus nao desceu a terra numa charrete, o que viram foi um disco voador so que naquela epoca… sera que os et´s tem mesmo aquele aspecto horrivel, ou andam entre nos a controlar o que fazemos, acredito que nos puseram aqui como nos agora andamos a procura de um planeta para colonizar porque o nosso qualquer dia da um boom, e tmb acredito que por este mundo fora alguem sabe toda a verdade mas como ainda estamos agarrados as igrejices coisa que gradualmente vai desaparecendo, ainda nao decidiram contar. sera que a propria igreja sabe a verdadeira historia do inicio de tudo que existe neste planeta. ja repararam que a cova da iria parece o local depouso de algo grande e redondo. gostava de falar de mais com alguem interessado no assunto nao respondo a parvalhoes nem a fanaticos pela biblia que me queiram provocar mas deixo aqui o meu mail barbedotuga@sapo.pt p.s. eles andam ai ou como diria o mulder "i want to believe"… boa noite

  6. Nicolau de Cusa dizia que havia ETs em todo o lado, e até fez um ranking deles.

    Se tivesse lido o artigo que lhe digo no final, teria lido:

    "Nicholas of Cusa went further in his De Docta Ignorantia (1440), arguing that in every heavenly region there were inhabitants that differed in nature owing to their origin with God."

    Está lá dito.

    Por isso, nem percebi o seu comentário, nem sequer a sua pergunta.

    Será que, como tantos outros comentadores fazem, resolveu comentar sem ler?

  7. "Já a Igreja Católica é muito mais tolerante e inteligente do que os fundamentalistas.

    O ano passado o reverendo Gabriel Funes fez sensação ao dizer que a Bíblia aceitava a possibilidade da existência de vida extraterrestre."

    O que dizer entao de Nicolau de Cusa?

  1. […] – Religião: Deus e ETs. Jesus extraterrestre. Papa. Sagan e Espiritualidade. Einstein (mito, verdade). Halo Solar em […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.