Estruturas Universais e o Tamanho do Universo

image

Para vermos uma estrela precisamos que a sua luz chegue até aos nossos olhos. Para eu ver o sol a sua luz teve de viajar cerca de 8 minutos, ou seja 8 minutos luz, que é o tempo que a luz demora a viajar do sol até nós. Sei que a lua existe pois, para além dos efeitos físicos que provoca no nosso planeta, posso vê-la. A luz demora uns 1,3 segundos a viajar da lua até nós.

Agora imaginemos quando olho para uma galáxia de 150 mil anos luz de diâmetro. Não só a luz demorou 150 mil anos a viajar do sítio mais distante dessa galáxia até ao mais próximo (diâmetro) mas também demorou todo o tempo que nos separa dessa mesma galáxia (imaginamos mais uns 150 mil anos luz). Daqui podemos ver que o nosso universo tem um tamanho de, pelo menos 300 mil anos luz e uma idade de 300 mil anos.

No vídeo que vemos a seguir estão apresentados algumas das maiores estruturas do Universo:


(com citações de Carl Sagan)

E agora umas continhas muito simples:

Reparemos em algumas das maiores estruturas que aparecem no vídeo:

Nebulosa de Orion – 20 a.luz

Cluster Globular M14 – 50 a.luz

Nebulosa Roseta – 65 a.luz

Centauri ómega – 100 a.luz

Cluster Globular M54 – 150 a.luz

Nebulosa tarântula – 500 a.luz

Galaxia Sagittarius Dwarf – 1000 a.luz

Pequena nuvem Magellatic – 3500 a.luz

Grande nuvem Magellatic – 7500 a.luz

NGC 7714 – 35000 a.luz

Galáxia triângulo – 50000 a.luz

Galaxia sombreiro – 70000 a.luz

Galáxia olho negro – 85000 a.luz

Galáxia caminho de leite – 120000 a.luz

Galáxia Andrómeda – 150000 a.luz

Galáxia Pinwheel – 175000 a.luz

NGC 1232 – 200000 a.luz

M87 (Virgo A) – 250000 a.luz

NGC 4889 (Galáxia cD) – 500000 a.luz

IC 1101 – 5M a.luz

Ao somar todos os tamanhos o resultado final é de mais de 6 milhões e 600 mil anos-luz. Como vemos essas estruturas podemos afirmar que a luz já chegou até nós e viajou durante mais de 6 milhões de 600 mil anos luz (este valor seria se a distância entre nós e as estruturas fosse muito pequena). Além disso existem muito, muito mas muito mais estruturas desse tamanho. E existe também uma grande mas grande quantidade de zona sem estruturas visíveis no Universo.

Este valor, para os criacionistas, é muito grande. E felizmente, para os cientistas, a idade do Universo foi confirmada com base nas lentes gravitacionais.

De facto, faz todo o sentido por dois motivos:

1- ao observar a velocidade e a direcção das galáxias pode-se aferir facilmente que provêm de uma zona comum.

2- O método científico continua a funcionar e o crivo continua a ficar cada vez mais pequeno, e só passam as hipóteses mais correctas. Cada vez é mais exigente. Exigência, característica pelo que o método criacionista peca chegando ao ponto de alternativas explicativas tão chocantes que não se encontra qualquer referência séria em sites de bibliografia técnica.

3 comentários

1 ping

  1. Sim, é uma ideia simples que derruba todas as ideias de que o Universo tem 6 mil anos.

  2. Simples não? Para alguns quando olhamos para o céu estrelado vemos o agora, quando na realidade vemos o passado semi-fossilizado. Sim, o passado deixa muitos rastros por ai, queira se admita ou não!
    Bom post!

    • Agostinho Magalhães on 27/03/2010 at 15:26
    • Responder

    Simples, conciso e pedagógico! Gostei.

  1. […] aceitam que a Via Láctea tenha um diâmetro de 150 mil anos-luz mas, para eles, o universo tem apenas entre 6 e 10 mil anos; Para eles deus fez o universo apesar de a natureza evidenciar o contrário. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.