Milagres à Venda

Derren Brown, um ilusionista e mentalista britânico, produziu recentemente um documentário intitulado “Milagres à Venda”, onde tenta expor como fraude uma das práticas mais controversas de algumas igrejas evangélicas – a cura pela fé (faith healing). Ele propõe-se a demonstrar que qualquer um, com um generoso conhecimento da mente humana e de alguns truques de ilusionismo, é capaz de se tornar num curandeiro da fé. As imagens de pessoas a desmaiar num palco enquanto o pastor pede a intervenção divina para as curar, podem parecer bastante impressionantes, mas como se poderá ver no documentário, não têm nada de sobrenatural.

O propósito deste documentário não é o de atacar a religião, mas sim de expor aquilo que é uma fraude cruel, perpetuada por pessoas sem escrúpulos e que apenas querem fazer dinheiro à custa dos mais vulneráveis.

Segue então o documentário completo:

http://www.youtube.com/watch?v=jYjgeayfYPI

13 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Um artigo fantástico e de leitura obrigatória por um dos antigos Curadores pela Fé:
    http://www.skeptic.com/eskeptic/14-07-09/

  2. Tendo em vista que nossa existência não é um milagre, então é possível que a natureza traga a existência mais uma vez aqueles que já morreram?

    • Rafaele Souza on 19/08/2011 at 14:55
    • Responder

    Eu acho que brincar com a fé humano e com o poder divino é crueldade.A pessoa tem que ser totalmente sem excrupulos para fazer isto.Mas ai tem uma coisa..Chega uma hora que a pessoa tem uma lição e o que ela mente dizendo que vê ou faz,uma hora acontece…Por exemplo,me recordo de ter visto um filme sobre possesão,que agora eu ão lembro nome agora,mas que se referia a um homem que dizia fazer exorxismos,e ele utilizava de tecnicas como linhas de nylon,um crucificxo que soltava fumaça,um som entre coisas para dar a ilusão que estava realizando um exorxismo..Ele ganhava dinheiro claro,mas acima de tudo fama,enganando pessoas de fé.Até que um dia,ele REALMENTE presencia um caso de posseção,e aquele que um dia foi uma forma de ganhar dinheiro,vira na realidade,seu maior pesadelo.Todos um dia acabam levando uma lição.Ou um susto pra provar que com religião/fé/Deus não pode se brincar…Concordam?

  3. Isto sem receber os avisos de comentários é difícil seguir e manter as conversas como dantes 🙁
    Utilizando um sistema de comentários externo não ajudaria a reduzir o impacto no site?
    Existe o Disqus (http://disqus.com/) e o Intensedebate (http://www.intensedebate.com/home)
    Eu uso o último no meu blog e dá até para fazer o login com o wordpress.

    1. Vai-se tudo arranjar 🙂

      Tens é que nos dar tempo 😉

  4. Reverendo Marco Filipe, temos que pensar em fazer programas semelhantes em Portugal e no Brasil 😉

  5. ahhh e tal como mostra no documentário, também há muita gente a morrer por aqui devido a isto.
    Os pais dos miúdos levam os filhos a estes charlatães… em vez de aos médicos… e entretanto os miúdos obviamente morrem.
    Isto devia ser considerado crime!!!
    Infelizmente, estes vigaristas escondem-se atrás de “liberdade religiosa” para poderem vigarizar os mais vulneráveis.

    já para não falar das pessoas que vivem na completa pobreza porque dão o $$$ a estes vigaristas (como outros deram àquele que falou do fim-do-mundo).

    enfim…

    1. Tipo estes pais: http://www.usatoday.com/news/religion/2011-05-25-heal24_ST_N.htm?csp=34news
      Os pais deixam os filhos morrer de doenças perfeitamente tratáveis, porque acreditam que indo ao médico estão a demonstrar falta de fé. Depois temos pessoas que deitam os medicamentos fora porque acreditam que estão curadas quando na realidade não estão e acabam por falecer, ou aquelas que tiram a própria vida porque o pastor lhes disse que o facto das dores terem regressado (depois do efeito da adrenalina passar) significa que não possuem fé suficiente, ou que não são honradas o suficiente aos olhos de Deus. E por fim, os sinais de riqueza externos que estes pastores exibem nunca são tidos como prova de que se trata de uma aldrabice, mas sim como prova da recompensa divina pelos serviços prestados em nome de Deus. É triste e muito revoltante, porque para além do aspecto da fraude monetária, esta prática tem também um elevado custo humano.

  6. Infelizmente, aqui não faltam destes cultos/seitas religiosas… que estão abrangidas pelas grandes religiões, mas depois fazem estes espectáculos degradantes.

    O Bill Maher no seu filme Religulous, entrevistou pelo menos (que me lembre) 2 destes vigaristas, em que eles dizem com todas as letras que é tudo uma trafulhice, e que foi Deus que lhes disse que fizessem muito dinheiro à custa dos crentes.
    Ou seja, eles explicavam as vigarices como sendo “vontade de Deus”…

    Enfim… não há vergonha nem ética…

    • Ana Guerreiro Pereira on 10/06/2011 at 23:39
    • Responder

    O que é um mentalista?

    (convém explicar :D)

    1. São basicamente artistas/ilusionistas que conseguem fazer tudo aquilo que os médiuns e companhia fazem 😉
      Chamam-se mentalistas porque aparentam possuir poderes mentais sobrenaturais (telepatia, adivinhação, etc), com o auxílio de alguns truques e de um bom conhecimento da mente humana e das suas falhas.

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Mentalismo

  1. […] e essas situações. Porque estas atitudes só têm um resultado: as pessoas serem vigarizadas por qualquer um que se aproveite da fé das pessoas.Daí que gostei de ver este blog, feito por alguém que é religioso, que tem curso de teologia e […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.