Google+

«

»

Set 15

Teoria

teoria hipotese

As pessoas têm uma definição completamente errada do que é uma teoria científica.
Esta concepção errada do que é uma teoria científica, faz com que a utilização de “teoria como somente uma ideia de alguém” seja um dos argumentos pseudo bastante “populares” em quem não faz a mínima ideia do que é a ciência.

Uma teoria não é uma ideia que alguém se lembrou após acordar de manhã.

Uma teoria científica nasce após milhentas observações e experiências. A teoria só aparece após se observar o fenómeno e se comprovar que ele existe com evidências. Essencialmente, a Teoria é um agrupar de diferentes factos numa única explicação consistente. Factos comprovados experimentalmente e matematicamente.
Exemplo: a maçã cai da árvore para a Terra. A Lua orbita a Terra. A Teoria da Gravidade pensada por Newton junta esses dois fenómenos, observações, factos, numa única explicação (com muita matemática), lógica, agrupante, e consistente.

Já Richard Dawkins dizia isto para todos aqueles que utilizam o argumento “é só uma teoria”: “a evolução é só uma teoria? A gravidade também é “só uma teoria” e não vos vejo a negarem que ela funciona e muito menos vos vejo a saltar do topo de edifícios.”

A Academia das Ciências dos EUA diz-nos:

“A definição formal de teoria é completamente diferente da noção que utilizamos no dia-a-dia. A definição formal diz-nos que uma teoria é uma explicação bastante completa de um aspecto particular da natureza, e essa explicação está assente em inúmeras evidências.
Várias teorias científicas são tão próximas de factos que nenhuma evidência nova as alterará significativamente. Por exemplo, nenhuma nova evidência poderá colocar em causa: que a Terra orbita o Sol (Teoria Heliocêntrica), ou que os seres vivos são feitos de células (Teoria Celular), ou que a matéria é composta de átomos (Teoria Atómica), ou que a superfície da Terra está dividida em placas tectónicas (Teoria das Placas Tectónicas), ou que as doenças dependem de germes (Teoria Microbiana das Doenças), etc. Estes e muitos outros exemplos mostram-nos que as teorias científicas estão bem assentes na realidade dos factos.
Outro exemplo do mesmo género é a Teoria da Evolução. A Teoria da Evolução está tão bem assente em tantas observações e experiências que a comprovam, que os cientistas compreendem que nenhuma nova evidência poderá alterar esta teoria substancialmente.
De qualquer modo, como qualquer outra teoria científica, também a Teoria da Evolução poderá ser melhorada à medida que novas áreas da ciência e novas tecnologias se desenvolvem.
(…)
Uma das propriedades mais importantes das teorias científicas (e que as distingue das ideias pseudo) é que permitem fazer previsões sobre fenómenos naturais. Diariamente fazemos milhares de previsões, com base em teorias científicas que nem imaginamos, e essas previsões invariavelmente provam-se como certas. Da mesma forma, diariamente em laboratórios e universidades de todo o mundo, fazem-se previsões sobre eventos ou fenómenos que ainda nem foram observados, mas que de futuro se perceberá se acontecerão ou não, sempre com base na experiência.”

E a definição da Associação Americana para o Avanço da Ciência:

“Uma teoria científica é uma explicação bastante completa de um aspecto particular da natureza, e essa explicação está assente em inúmeras evidências repetidamente confirmadas por observações e experiências.
Estas teorias bem fundamentadas não são opiniões, suposições, ou palpites de alguém. Não são “somente uma teoria”. São sim explicações factuais do Universo.
Claro que qualquer teoria, como a Teoria da Gravidade, é um contínuo acumular de conhecimento, em que se tenta sempre melhorar a teoria. Mas a Gravidade, a Evolução, e outras teorias científicas, são factos baseados na natureza.”

teoria

Acerca do autor(a)

Carlos Oliveira

Carlos F. Oliveira é astrónomo e educador científico.
Licenciatura em Gestão de Empresas.
Licenciatura em Astronomia, Ficção Científica e Comunicação Científica.
Doutoramento em Educação Científica com especialização em Astrobiologia, na Universidade do Texas.
Criou e leccionou durante vários anos um inovador curso de Astrobiologia na Universidade do Texas.
Foi Research Affiliate-Fellow em Astrobiology Education na Universidade do Texas em Austin, EUA.
Trabalhou no Maryland Science Center, EUA, e no Astronomy Outreach Project, UK, recebeu dois prémios da ESA, e realizou várias palestras e entrevistas nos media.

11 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Lei vs. Teoria

    […] se tem muito conhecimento comprovado do assunto e já se observou diferentes padrões na natureza. Uma teoria científica nasce após milhentas observações e experiências. A teoria só aparece após se observar o fenómeno e se comprovar que ele existe com evidências. […]

  2. Somente uma teoria?

    […] explicamos o que é uma teoria (aqui), a diferença entre teoria, lei e hipótese (aqui), e a estupidez que é dizer que algo é […]

  3. O Bê-A-Bá da Evolução

    […] que explica a evolução de forma simples e desmistifica algumas concepções erradas sobre a teoria da […]

  4. TOP 100

    […] Correlação e Causalidade. Navalha de Ockham. Falácias com Dragões. 24 Falácias Lógicas. Teoria. Só teoria. Somente teoria. Lei vs. Teoria. Energias Desconhecidas. Química venenosa. Leitura a […]

  5. Vários Ossos e Estátuas coloridas em Marte ? Não!

    […] há teorias de que foto prova existência de Et’s” – Não existem quaisquer teorias. Nem quaisquer […]

  6. Natureza Autoritária

    […] este tweet irónico. Tal como fez Dawkins, pode-se igualar a Teoria da Evolução a qualquer outra Teoria Científica, incluindo a Teoria da Gravidade. Qualquer Teoria Científica é um agrupar de diferentes factos […]

  7. OVNIs, Vampiros, Biologia e suposições

    […] são corretas ou não — em outras palavras, saber se tais hipóteses podem ganhar o status de teoria, é algo um pouco mais complicado. Em áreas do saber como antropologia, psicologia, sociologia, […]

  8. Papa aprova teorias científicas – Big Bang e Evolução têm Benção Papal

    […] grande, enorme, ponto positivo é que o Papa não nega a realidade e aceita as teorias científicas que, por definição, se baseiam em factos comprovados. Isto é muito importante como sabemos, […]

  9. A Princesa do Alentejo celebra o Telescópio Espacial Hubble (HST)

    […] mais algumas imagens fabulosas do HST, também estabelecemos muito bem a diferença entre uma Teoria (um corpo de conhecimento confirmado por milhares de observações independentes entre si, e […]

  10. Foi descoberta água líquida em Marte? Não! Mas é uma descoberta fantástica!

    […] A ciência pode ser caracterizada por um acumular de evidências de modo a termos um contínuo acumular de conhecimento. […]

  11. Teoria das Cordas e o Multiverso

    […] a várias coisas que não o são, apesar de popularmente serem assim chamadas. Como já expliquei aqui, aqui e aqui, uma Teoria é um agrupar de diferentes factos numa única explicação consistente. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>