Google+

«

»

Abr 18

Missão Kepler Descobre 3 Super-Terras na Zona Habitável

Numa conferência de imprensa que começou há instantes, a missão Kepler anunciou a descoberta de dois novos sistemas planetários, com um total de 3 Super-Terras na zona habitável.

O primeiro sistema, designado de Kepler-62 (KOI-701), tem 5 planetas dos quais 2 são Super-Terras na zona habitável da estrela hospedeira. Super-Terras são planetas de constituição semelhante à da Terra, formada maioritariamente por rocha e com um núcleo metálico, mas de maior dimensão e massa. As duas Super-Terras agora descobertas, designadas de Kepler-62e e -62f, têm raios de 1.6 e 1.4 vezes o da Terra, e temperaturas de equilíbrio, i.e., sem ter em conta o efeito de possíveis atmosferas, de 270 e 208 Kelvin (-3 e -65 Celsius), respectivamente. Como termo de comparação, a temperatura de equilíbrio da Terra é de 255 Kelvin (-18 Celsius), mas a temperatura média do nosso planeta é substancialmente mais elevada em grande parte devido ao efeito de estufa provocado pela atmosfera. Os 5 planetas do sistema orbitam a estrela com períodos de 5, 12, 18, 122(Kepler-62e) e 267(Kepler-62f) dias. Os 3 planetas mais interiores do sistema, Kepler-62b, -62c e -62d, são também pequenos, dois são maiores do que a Terra e um do tamanho de Marte, mas muito quentes dada a sua proximidade à estrela hospedeira. Kepler-62, é uma estrela de tipo espectral K, mais fria do que o Sol e com apenas 2/3 do tamanho e 1/5 da luminosidade da nossa estrela. Situa-se a cerca de 1200 anos-luz na direcção da constelação da Lira.

Kepler62Diagram
(O sistema planetário de Kepler-62 e a respectiva zona habitável (a verde). Crédito: NASA/Ames/JPL-Caltech)

No segundo sistema, agora designado de Kepler-69 (KOI-172), foram detectados trânsitos de 2 planetas, um dos quais é 1.7 vezes maior do que a Terra e orbita a estrela com um período de 242 dias. Este planeta, designado de Kepler-69c, encontra-se no limite interior da zona habitável da estrela hospedeira e poderá ser uma versão mais maciça do planeta Vénus, com uma atmosfera densa e com um efeito de estufa descontrolado. A temperatura de equilíbrio do planeta é de 299 Kelvin (26 Celsius). Como termo de comparação, a temperatura de equilíbrio de Vénus é de 260 Kelvin (-13 Celsius) mas a temperatura à superfície é de 740 Kelvin (aproximadamente 470 Celsius)! O outro planeta do sistema, o Kepler-69b, tem um período orbital de 13 dias e é pouco mais de 2 vezes maior do que a Terra. Dada a sua proximidade à estrela hospedeira, deverá ser um planeta extremamente quente. A Kepler-69 é uma estrela semelhante ao Sol, de tipo espectral G, e tem 93% do tamanho do Sol e 80% da sua luminosidade. Situa-se a 2700 anos-luz de distância na constelação do Cisne.

Kepler69Diagram
(O sistema planetário de Kepler-69 e a respectiva zona habitável (a verde). Crédito: NASA/Ames/JPL-Caltech)

Com estas descobertas, os planetas Kepler-69c, Kepler-62e e Kepler-62f, constituem agora os planetas mais pequenos descobertos pela missão Kepler dentro da zona habitável. O detentor deste recorde era o Kepler-22b, anunciado em Dezembro de 2011, com 2.4 vezes o raio da Terra.

HZplanetLineup
(Comparação dos tamanhos dos planetas mais pequenos encontrados pela missão Kepler na zona habitável. A Terra aparece à direita como termo de comparação. Crédito: NASA/Ames/JPL-Caltech)

Podem ver a notícia original aqui.

Acerca do autor(a)

Luís Lopes

Luís Lopes é professor no departamento de Ciência de Computadores da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Astrónomo amador há mais de 25 anos, interessa-se pela ciência em geral e pela sua divulgação. Acompanha com especial atenção os desenvolvimentos nas áreas de exoplanetas e da evolução estelar. Gosta de estar com a família, de ler um bom livro, de plantar e ver crescer árvores e de passar noites a observar o céu. Também escreve para o AstroPT de vez em quando ;-)

1 comentário

5 pings

  1. Anonimo

    GEEEEENTEEEEEEEE!
    VAMOS MORAR EM KEPLER 69 *0*

  1. Descobertos os planetas mais pequenos dentro da zona habitável » AstroPT - Informação e Educação Científica

    […] Há algumas horas atrás, trouxemos a notícia que a equipa da Missão Kepler tinha descoberto 2 novos sistemas planetários, totalizando 7 novos planetas; e destes 7, três deles são os mais pequenos planetas até agora descobertos dentro da zona habitável da sua estrela: Kepler-69c, Kepler-62e e Kepler-62f. Por tudo o que li, o mais promissor (em termos de comparação com a Terra) parece-me ser Kepler-62e, com uma temperatura de equilíbrio de -3ºC, cerca de 60% maior que a Terra, e com um período de 122 dias. O planeta está a “somente” 1.200 anos-luz de distância de nós. Leiam tudo sobre esta descoberta, neste artigo. […]

  2. Novo Catálogo de Planetas potencialmente Habitáveis » AstroPT - Informação e Educação Científica

    […] as recentes fantásticas descobertas (leiam aqui e aqui), o novo catálogo de planetas potencialmente habitáveis (nota: não é “habitados”), […]

  3. Meu caro vizinho Kepler-62e, como tem passado?

    […] O en­tu­si­asmo do as­tró­nomo búl­garo Dimitar Sasselov é ins­pi­rado pela des­co­berta, em me­a­dos de abril deste ano, de dois pla­ne­tas que or­bi­tam a Kepler-62 na zona ha­bi­tá­vel, o –62e e o –62f. […]

  4. Caro vizinho Kepler-62e, como tem passado? | Bitaites

    […] American: The Earth-like Mars | PopSci: The Math: What Life On Kepler-62e Would Be Like | AstroPT: Missão Kepler Descobre 3 Super-Terras na Zona Habitável | The Daily Galaxy: Two Alien Planets With ‘Endless Oceans’ | M.Bennardo: Setting the […]

  5. TOP 100

    […] HD 10180, HD 40307g, Kepler-10b, Kepler-11, Kepler-16b (Tatooine), Kepler-20e e 20f, Kepler-22b. Kepler-62, Kepler-69. Diamante. 55 Cancri-e de diamante. Negro. Outra Galáxia. Estrelas como o Sol têm […]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>