Chinês preso por ter inventado história com ETs

Alien-chines

“O chinês Li Kai foi preso e condenado a cinco dias de cadeia por ter inventado a história sobre a captura de um extraterrestre perto do rio Yellow, em Binzhou, na China. Para dar credibilidade à história, ele até publicou fotografias da «caçada».
Perante tal feito, claro que não guardou o sucedido para si e publicou tudo nas redes sociais chinesas. Aparece ao lado de uma arca frigorífica onde está guardado o corpo do suposto extraterrestre.
Perante o alarme social que a fotografia provocou, a polícia foi à casa do homem, que confessou ter inventado tudo e contou que tinha construído o corpo do alegado ET com papel, borracha e arame.
A intenção, adiantou era só suscitar o interesse da china sobre o tema. Mas acabou acusado de alarme social.”

Leiam na TVI24 e no The Sun.

Imaginem que toda a gente que inventa histórias ridículas sobre ETs e não só, era responsabilizada criminalmente pelas mentiras e acabava preso.
Imaginem um mundo onde realmente as pessoas fossem responsabilizadas pelos seus actos…

3 comentários

1 ping

  1. Aqui no Brasil deveria ter isso tb. cho mais do que justo!!!
    Existe varias pessoas se achando reporter, difamando a imagem de artistas falando o que não aconteceu, inventando coisas crueis!! E cito até nomes Como Fabiola Reiport e Alez lopes! Dois Jornalistas de Merda! Que criam más noticias sobre artistas de peso, querendo fazer o sucesso deles diminuir só que jamais conseguirão!! Sou a favor desta lei aqui pra ONTEM.

    1. Este é um local de conhecimento e não sobre fofocas de supostos famosos…

      abraços

  2. Na China é aparente nas noticias que aparecem, que casos deste tipo e de outros (caso do leite em pó), as autoridades “malham” a sério! Depois no Ocidente vem os “humanistas” evocar os direitos humanos às autoridades chinesas. Sem dúvida que é um assunto extremamente delicado (pena capital), mas quem comete os crimes contra os cidadãos, não está preocupado com vida ou a qualidade da mesma do próximo! Atentem no caso do nórdico que assassinou as pessoas na ilha. O tipo é considerado louco e “vai de férias”. Sistema de justiça patético. Na China levava um tiro na testa, porque não há dúvidas em situações como esta e outros pretensos bandidos pensavam muitas vezes antes de tentarem algo semelhante.
    Reafirmo que é um assunto de extrema delicadeza, porque outros que estão vivos podem ser alvos de erros judiciários, para além de que suprimir a existência dos nossos semelhantes não é um direito mas uma infeliz possibilidade.Não é sustentável o Estado eliminar quem considera perigoso para a estabilidade do mesmo e suposta segurança dos cidadãos?
    Não se torturam e executam prisioneiros quando considerado necessário?
    Em que posição ficamos? Indiferentes, preocupados ou castiguem esses bandidos?

  1. […] da internet. Burla. Burlas. Violada. Roubo. Parvalhão. Tribunal para publicidade enganosa. Chinês preso. Confissão de aldrabão. Humor: Revista Jon Stewart. Humor de Telecinética. Prémio Nobel. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.