Google+

«

»

Mar 04

SN2016adj: uma supernova brilha na poeirenta galáxia Centaurus A

http://apod.nasa.gov/apod/image/1602/CenAsupernova2_hubble_960.jpg

Supernova SN2016adj em Centaurus A – Crédito da imagem principal: NASA, ESA e Hubble Heritage (STScI/AURA); Crédito da imagem da inserção: Howard Hedlund & Dave Jurasevich, Observatório de Las Campanas.

Telescópios em todo o planeta têm rastreado uma supernova brilhante que surgiu em uma poeirenta galáxia vizinha. A poderosa explosão estelar foi notada pela primeira vez no início deste mês, em 8 de fevereiro de 2016.

A galáxia vizinha é a fotogênica Centaurus A, visível inclusive por binóculos e conhecida pelos seus impressionantes filamentos de poeira escura que absorvem a luz que cruza seu centro.

A galáxia ‘canibal’ Centaurus A é retratada aqui em uma famosa imagem dos arquivos de alta-resolução do Hubble Space Telescope. Na inserção vemos a imagem que flagrou a supernova a partir de observatório terrestre de Las Campanas, dois dias após sua descoberta.

Designada por SN2016adj, a supernova foi realçada pelos dois traços negros na inserção, tendo aparecido justamente na direção à esquerda de uma brilhante estrela da nossa galáxia Via Láctea, visível no primeiro plano (compare a imagem do Hubble versus a do observatório de Las Campanas).

A classe dessa supernova foi estimada ser do Tipo IIb, uma supernova de colapso de núcleo estelar. Trata-se de um fenômeno de grande interesse astronômico por ter ocorrido tão perto e porque está sendo observada através de um conhecido filamento de poeira cósmica pertencente a  Centaurus A, a galáxia que reside a cerca de 13 milhões de anos luz da Terra.

As observações atuais e futuras desta supernova poderão nos dar novas pistas sobre o destino das estrelas massivas e como os elementos encontrados em nosso planeta se originaram.

Fontes

APOD: A Supernova through Galaxy Dust – Crédito da imagem principal: NASAESAHubble Heritage (STScI/AURA); Crédito da imagem da inserção: Howard Hedlund & Dave JurasevichObservatório de Las Campanas.

SALT: Death of a star: Supernova in Centaurus A

._._.

Acerca do autor(a)

Ricardo Orsini de Castro Amarante [ROCA]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>