Próxima década sem aquecimento global?

Saiu mais uma notícia controversa no que respeita ao assunto das Alterações Climáticas.
Alguns websites e páginas de Facebook já utilizaram este novo estudo para negar o Aquecimento Global. Como é óbvio, as interpretações parvas tendo por base uma ideologia, já começaram.

Vamos por partes…

1st-pic-rexfeatures_1503270a

O aquecimento global é um facto. Todas as medições assim o mostram. Existe um consenso praticamente unânime na comunidade científica sobre isto. E porquê? Porque os dados assim o demonstram.

No entanto, existem várias questões sobre este assunto (que não colocam em causa os resultados) para as quais ainda não se tem respostas satisfatórias.
Por exemplo:
– será que isto faz parte de um ciclo natural terrestre?
– qual é o peso da Humanidade nestes resultados? Qual percentagem pode ser atribuída à Humanidade?
– qual a importância do dióxido de carbono, sobretudo tendo em conta que outros gases de estufa – como vapor de água e metano – parecem ter um peso maior?
– qual a importância de outras causas, externas, como os ciclos solares?
– será que o degelo das calotas polares se deve maioritariamente ao aquecimento global ou à poluição?
– tendo em conta a deterioração da qualidade das observações, qual o peso desta nova probabilidade de incerteza no resultado final?
– … (muitas mais perguntas se podem colocar)

Ou seja, não se colocando em causa o que dissemos em cima, todas estas perguntas são variáveis que são preciso resolver para compreendermos totalmente o fenómeno das alterações climáticas.

Crédito: FRANS LANTING, MINT IMAGES / SCIENCE PHOTO LIBRARY

Crédito: FRANS LANTING, MINT IMAGES / SCIENCE PHOTO LIBRARY

Então qual é a nova problemática?

A última década do século XX viu um aumento substancial do aquecimento global (atmosférico).
No entanto, na primeira década do século XXI, não existiu um aumento substancial. Esperava-se que sim, até porque existiu na mesma um aumento substancial de dióxido de carbono na atmosfera, mas a verdade é que as medições mostram que essa temperatura não aumentou na mesma medida que o dióxido de carbono. Aumentou, mas pouco (muito menos do que se esperava).

Então o que se passa?
Porque o aumento da temperatura (atmosférica) foi inferior ao esperado?

Segundo a investigação de uma equipa de cientistas chineses, a temperatura “em falta” está a ser transferida para os fundos oceânicos do Oceano Atlântico. Leia o artigo científico, aqui.
Já no passado, uma outra equipa que tinha medido as temperaturas nos fundos do Oceano Pacífico também tinha chegado à conclusão que essa parte do planeta também estava a aumentar de temperatura.
De referir também que estes ciclos, em que parte da temperatura atmosférica é transferida para os fundos oceânicos, duram cerca de 20 a 35 anos.
Já que esta transferência está a ser feita há cerca de uma década, então podemos esperar pelo menos mais uma década (ou duas décadas) em que isto irá ainda continuar (já que o ciclo demora 20 a 35 anos).

Depois disso, teremos novamente um aumento considerável da temperatura atmosférica.
Até lá, teremos um aumento menor, mais gradual.

Assim, note-se que o aquecimento global continua a crescer bastante. Simplesmente, neste momento, está a crescer mais rapidamente no fundo dos oceanos do que ao nível da atmosfera.

Por fim, deixem-me referir que esta é só uma das causas do aumento menor a que se tem assistido. Existem certamente outras causas. Esta não é uma causa única para os dados das observações da temperatura global.

Leiam os artigos em inglês sobre isto, aqui, aqui, aqui, e artigo científico.

O Glaciar Columbia, no Alaska, visto em 2006 (em cima) e em 2012 (em baixo). Crédito das imagens: James Balog

O Glaciar Columbia, no Alaska, visto em 2006 (em cima) e em 2012 (em baixo).
Crédito das imagens: James Balog

15 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Desde já o meu obrigado ao Carlos e ao Cavalcanti pela paciência para responder a certos comentários de algumas pessoas (…) Se fosse eu era logo delete mas enfim…

    Apenas mencionei a carta aberta pela perspectiva geral sobre o tema e por incluir algumas consequências politicas.

    Talvez faça sentido falar deste tema num artigo que aborde pelo menos:

    – O consenso da maioria dos cientistas que defende o aquecimento global
    – Os cientistas que são contra (obviamente uma minoria)
    – As decisões políticas
    – Os aspectos económicos

    È claro que um tópico tão abrangente iria provocar muito debate (delete nos pseudos e trolls)

    Abraço

  2. Encontrei um artigo que fala deste tema de uma forma pouco usual

    Um grupo de cientistas Brasileiros envia uma carta ao Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação

    “A fraude do aquecimento global de origem antropogénica” – http://resistir.info/climatologia/carta_aberta_26jan15.html

    Sem querer fazer publicidade, gostaria que o astro.pt desse uma opinião

    É muito raro um grupo de cientistas ter a coragem de contestar políticas publicas e ter a coragem de o denunciar.

    Se isto fosse em Portugal lá se iam as bolsas de investigação (lol)

    1. Olá Paulo,

      Na categoria Alterações Climáticas, pode ver mais de uma centena de artigos sobre esta problemática:
      http://www.astropt.org/category/planetas-e-luas/terra/alteracoes-climaticas/

      Nomeadamente:
      http://www.astropt.org/2013/10/30/homem-e-o-principal-responsavel-pelas-alteracoes-climaticas/
      http://www.astropt.org/2013/03/19/horizontes-da-fisica-aquecimento-global-dominado-pelo-homem/
      http://www.astropt.org/2012/05/10/seria-o-aquecimento-global-causado-pelo-homem-uma-farsa-planetaria/
      (onde constam 2 pessoas que assinaram esse documento)
      (sugiro também a leitura dos comentários)

      Quanto à carta aberta em específico, noto que foi assinada somente por 26 cientistas (vários fora de área)… o que leva à conclusão que o grande consenso na comunidade científica brasileira é contra este grupo.

      abraços!

      1. Srs. Paulo e Carlos,

        Brevemente, mais completo, novo artigo sobre este assunto.

        Cumprimentos.

        P.S.: o consenso da comunidade científica no Brasil segue de acordo com o Painel Intergovernamental.

  3. boa noite!
    em contrapartida ao aquecimento global, mais especificamente sobre a era glacial, hoje assisti a um filme, O Dia depois de Amanha, o que ocorreu lá pode ocorrer no nosso tempo? isso é real?
    obrigado!

    1. O filme é muito interessante. Eu gosto.

      Mas não. Caso aquilo acontecesse era de forma gradual e que duraria muitos anos para se concretizar… mas o filme não pode durar tanto tempo 😉

  4. Olá!
    também não sei o que é mas pode ser isso sim, não tem indústrias perto, mas pode ser isso sim, umas das causas descritas na definição.
    Mas, obrigado pelos esclarecimentos.

  5. Olá, boa tarde!
    Ontem, 29/12, mais ou menos as 22h, horário de Brasília, estava na rua, e de repente, começou á vir uma fumaça branca, como uma neblina, mas não estava frio, e também não era fumaça, pois não tinha cheiro de fumaça, e creio que não seja poeira, pois invadiu todo o bairro, a fumaça estava vindo pela lateral, como se algo a soprasse de lá.

    Olhando o bairro pelo alto, estava praticamente todo escuro por causa da “neblina”, só viam as luzes dos postes e casas, uma “névoa” tampava o bairro como uma nuvem em cima das casas, uma parte estava tampada pela “neblina”, e outra parte não estava, de longe essa fumaça era escura, e com o tempo e com o vento, ela andava para outras partes, ficando limpo e claro os outros locais.

    Bom, o que pode ter sido isso? Não estava frio e nem chovendo, o céu estava limpo, e de repente, o bairro todo ficou branco, como neblina pela manhã, no frio.
    Pode ser algo do clima, fenômeno natural?

    Obrigado!

    1. Resposta mais honesta: não sei 😉

      Talvez smog?
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Smog_industrial

  6. Olá! Boa tarde!
    Gostaria de esclarecer algumas dúvidas. Li também uma outra matéria, em outro site, dizendo sobre o aquecimento global.

    – Teria alguma ação externa, como os ciclos solares, influenciando o aquecimento global, ou não aquecimento global?

    – E quais as causas que podem ocorrer, ou não, com o aquecimento dos oceanos?

    – Li também sobre o que dizem que o aquecimento global é uma mentira. Não acredito, pelos dados que se têm do aquecimento. mas, baseado em que dizem que ele é falso? Querem dizer que o aquecimento não existe, ou existe, mas não pelas causas que falam, mas por outros fatores? E quais seriam esses fatores (Causas naturais, mudança natural da Terra, ações externas, como o Sol)?
    Que mudar as fontes de energias seria para controle por países, etc. Dizem muita coisa.

    – Mas, li nos comentários acima, e também pensei nisso, que se era para estar mais quente, com o aquecimento global, e se não está, será por que está tendo uma era glacial?
    Como disse no comentário, alguns modelos que parecem mostrar que deveríamos estar neste momento numa era glacial.
    Isso me preocupou um pouco. Isso é comprovado?
    E se for isso mesmo, nos traz algo ameaçador?
    E como seria essa era glacial para nós? Morreriam muitas pessoas?

    – E se não estamos na era glacial por causa do aquecimento, essa “combinação” de era glacial e aquecimento, o que pode nos trazer? E depois do aquecimento, se diminuir, ficaria muito frio por causa da era glacial? E ao contrário, se a era glacial diminuir, caso esteja nela, o aquecimento seria maior?

    Bom, são muitas dúvidas, aí estão esboçadas as que me passaram pela cabeça. Agradeço a atenção!

    1. Penso que todas essas dúvidas estão respondidas nos nossos diversos artigos sobre esta temática 😉
      http://www.astropt.org/category/planetas-e-luas/terra/alteracoes-climaticas/

    • Graciete Virgínia Rietsch Monteiro Fernanbdes on 26/08/2014 at 12:55
    • Responder

    Uma pergunta. Não será a aproximação de uma nova era glaciar que provocará essa aparente diminuição no aquecimento global? O verão, este ano pelo menos aqui pelo Porto, tem sido tão mau!!!!!

    1. Há realmente alguns modelos que parecem mostrar que deveríamos estar neste momento numa era glaciar… e só não estamos devido ao aquecimento global…
      … mas isso não tem nada a ver com as temperaturas no Porto 🙂

      Clima e Tempo são coisas diferentes 😉

      abraços!

  7. Nas últimas semanas, na TVI24, no programa Observatório do Mundo, tem sido transmitido um documentário ambiental, versando as alterações climatéricas, apresentado por uma cientista… curiosamente o último episódio que vi, houve um capitulo sobre os estudos no Oceano Antártico, e a tal transferência de calor para o fundo dos Oceanos…

    Abraços

    1. Excelente 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.