Plantão da descoberta: 13 a 19 de agosto de 2019

Descobertas mais recentes: Exoplanetas: GJ 1061 d (14/08/19) [Horologium] GJ 1061 c (14/08/19) [Horologium] GJ 1061 b (14/08/19) [Horologium] Total geral: 4.106   Cometas: P/2019 P1 = P/2010 U2 (Hill) C/2019 J3 (ATLAS) P/2019 O1 = P/2014 U2 (Kowalski) C/2019 M3 (ATLAS) P/2019 M2 (ATLAS) C/2019 N1 (ATLAS) P/2019 M1 = P/2006 S1 (CHRISTENSEN) C/2019 …

Continue a ler

Floresta de vasos sanguíneos

Esta imagem de alta definição dos vasos sanguíneos existentes num olho humano… parecem-se bastante com uma floresta.

Belíssima larva

Esta larva da traça/mariposa Eudocima phalonia tem uma beleza cósmica…

Plantão da descoberta: 06 a 12 de agosto de 2019

  Descobertas mais recentes:   Exoplanetas: Sem descobertas anunciadas até o momento. Total geral: 4.103   Cometas: P/2019 P1 = P/2010 U2 (Hill) [09/08/19] C/2019 J3 (ATLAS) P/2019 O1 = P/2014 U2 (Kowalski) C/2019 M3 (ATLAS) P/2019 M2 (ATLAS) C/2019 N1 (ATLAS) P/2019 M1 = P/2006 S1 (CHRISTENSEN) C/2019 LB7 (Kleyna) C/2019 K8 (ATLAS) C/2019 …

Continue a ler

Desilusão divina

Tendo em conta todas as guerras e atrocidades do passado, e os atentados/extremismos atuais, consigo perceber esta perspetiva de Deus: “Começo a preferir aqueles que não acreditam em mim.”

Ler vs. ignorância

Ler pode danificar seriamente a sua ignorância.

Dia e Noite

Em cima, a imagem real, lógica, do planeta esférico em rotação a receber a luz solar. Em baixo, vemos uma Terra plana, onde existe sempre Sol… (esta seita religiosa apresenta contra-argumentos a isto, que não fazem qualquer sentido)

Distraídos

Uma crítica social bem no alvo: andamos tão obcecados/distraídos com os telemóveis/celulares, que se alienígenas nos aparecessem à frente, provavelmente nem dávamos conta 🙁

Quantidade de evidências

Nenhuma quantidade de evidências irá convencer um idiota. Mesmo que haja uma enorme quantidade de evidências, como os crentes em tretas pseudo não dão valor às evidências, então, como diz Mark Twain, essas evidências não os irão convencer – eles estão emocionalmente (e não racionalmente) ligados aos seus “ursos de peluche“.

O que nos vai na cabeça? – parte III

Já vos falei de electroencefalogramas e magnetoencefalogramas para medir sinais eléctricos e magnéticos produzidos pelo cérebro (ver primeira e segunda parte deste artigo). Que mais podemos medir? Nesta terceira parte vou abordar a técnica que é quiçá a mais famosa actualmente para medir actividade cerebral: a imagem por ressonância magnética funcional, ou fMRI do inglês functional …

Continue a ler

Load more